Crise do Imperialismo
Embora não seja nenhum revolucionário, liderar as pesquisas mostra a polarização política profunda nos EUA, a crise do imperialismo no coração da Economia capitalista mundial
04-02-2019-Bernie-Sanders-2160x1200
Bernie Sanders em abril de 2019: Mark Wilson/Getty Images |

Nesta segunda (3) teve início o ciclo eleitoral dos Estados Unidos da América (EUA) no estado do Iowa. O partido Democrata tem diversos candidatos que disputam quem será o adversário do atual presidente Donald Trump em novembro.

O destaque é para a projeção do senador Bernie Sanders do estado de Vermont. Bem quisto por atrair jovens, integrantes de minorias (como negros e imigrantes) e eleitores progressistas. Sanders, em um número revelado pela revista Rolling Stone, é o favorito de muitos militares da ativa quando o quesito é o valor doado à sua campanha.

De acordo com a Comissão Eleitoral Federal, US$ 185.625,00 doados à campanha vieram de integrantes das Forças Armadas, acima dos US$ 113.012,00 recebidos por Trump e muito à frente dos US$ 33.045,00 doados ao ex-vice-presidente Joe Biden (adersário de Sanders nas primárias).

Uma lista das 20 empresas cujos funcionários mais doaram a uma determinada campanha é mantida pela comissão. Além dos militares, empresas como a Amazon, o Walmart e o Serviço Postal dos EUA têm números expressivos de apoiadores de Bernie entre seus quadros.

Os dados mostram uma evolução em relação a 2016, quando as doações de militares a Donald Trump (Republicanos) eram quase duas vezes maiores do que as feitas a Hillary Clinton (Democratas). A revista Military Times, na época, também mostrou um grande apoio a Trump entre os militares. No entanto, segundo a Rolling Stone, a situação mudou bastante nos últimos anos. Segundo a revista, a posição de Sanders em acabar com conflitos e guerras aparentemente sem fim, como no Afeganistão, provavelmente pesou.

É muito semelhante ao que aconteceu na transição dos mandatos presidenciais anteriores nos EUA. Obama (Democratas) teve uma política social moderada, no entanto manteve as ocupações e guerras, sobretudo no Oriente Médio, batendo o record de assassinatos de civis na região. Isto somado a quebra dos bancos em 2008, foi respondida pelo democrata com um aumento grande dos impostos para a população, bem como o aumento da dívida pública estadunidense. Com dívidas, desapropriações, alugueis impossíveis de serem pagos e obrigados a lutar em guerras alheias ao interesse da população dos EUA, Trump apareceu falando em empregos, salários e a reconstrução da indústria do país. Apesar da maior parte do discurso ser demagogia, Trump levou.

Em 2020, após alguns anos de mandato de Trump, o aumento dos conflitos com países em todo o mundo, o bombardeio da Síria e do Iraque, a quase guerra contra o Irã e a derrota contra a Rússia e Síria, colocam Bernie Sanders como o único candidato com um programa minimamente democrático, a favor de encerrar a invasão imperialista e levar novamente os soldados para os EUA, que defende a taxação dos ricos e o aumento do salário mínimo. Embora não seja nenhum revolucionário, ter um nome esquerdista como o dele liderando as pesquisas mostra a polarização política profunda nos EUA, a crise do imperialismo no coração da Economia capitalista mundial.

Relacionadas