Genocídio na Colômbia
Já são 261 lideranças indígenas e defensores dos direitos humanos assassinados na Colômbia somente em 2020
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
People take part in a demo for the immediate implementation of the agreement between the Colombian government and the FARC guerrillas at Bolivar Square in Bogota on November 18, 2016. / AFP PHOTO / Luis Acosta
Manifestações na Colômbia contra os assassinatos de lideranças socais. Imagem ilustrativa | Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (30) de acordo com a Telesur noticias, Romelio Ramos Cuetia, 31 anos, indígena, foi morto por um grupo de homens armados na zona rural do município de Suárez, ao norte do departamento colombiano de Cauca. O corpo do nativo foi encontrado com ferimentos a bala em uma estrada, no setor conhecido como El Amparo, a dois quilômetros e meio da zona urbana do município de Suárez.

O Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento e a Paz (Indepaz) informou que, contando Ramos Cuetia, há 261 lideranças indígenas e defensores dos direitos humanos assassinados em 2020 na Colômbia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas