Licenciaturas indígenas sob ataque dos golpistas

jovem-candango-indigena-pedroventura-agenciabrasilia

Sob ataque desde o governo Michel Temer, licenciaturas indígenas começam a ter verbas reduzidas que eram destinadas ao programa PROLIND. Com o advento do governo Bolsonaro, os ataques são categóricos. Até o momento a contenção de verbas deste programa é total em diversas universidades e institutos que oferecem o curso.

Para garantir a continuidade de suas aulas estudantes indígenas do IFBA campus Porto Seguro, residentes em aldeias distantes e sem o financiamento por meio deste programa, não terão outra alternativa exceto acampar no campus para poder continuar seus estudos.

Os alvos deste governo são claros, com forte mobilização popular ataques à educação pública, políticas afirmativas e meio ambiente não terão espaço. Fora Bolsonaro!