Siga o DCO nas redes sociais

Libertadores: ingressos caros, em meio à crise econômica argentina
37
Libertadores: ingressos caros, em meio à crise econômica argentina
37

A Argentina passa, já faz alguns anos, por uma terrível crise econômica, com desemprego alto e aumento da pobreza. Está cada vez mais difícil a situação para a população.

Porém, indo totalmente na contramão da realidade argentina, as partidas de futebol (o esporte mais popular) estão com preços absurdos, como no caso dos jogos do River Plate, na Libertadores, valendo agora pelas quartas de finais.

Os preços foram divulgados em cima da hora e foram espantosos até mesmo para aqueles que tinham uma condição financeira estável.

Os valores variavam, para os sócios, entre $1000 a até mesmo $2500 por uma cadeira. Para os não sócios, a situação é ainda pior, variando de $1500 (popular) a $4500 (arquibancada média).

Dessa forma, mesmo com a boa fase do River e sua grande quantidade de torcedores, o “millonario”, como é chamado, vai afastando a sua torcida mais pobre dos estádios, o que vem sendo seguido também no Brasil, principalmente no caso das “arenas”.