Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
fachin-3
|

Da redação – Por volta das 10:00 desta terça-feira (11), o Supremo Tribunal Federal começou a julgar o pedido da defesa do ex-presidente Lula para que Sérgio Moro seja considerado suspeito.

A base da defesa se encontra na denúncia feita pelo jornal The Intercept que divulgou informações internas do funcionamento da relação entre os procuradores da Lava Jato e o juiz Sérgio Moro, que atuaram em conjunto, de forma totalmente ilegal, para condenar Lula.

Estão participando da sessão os ministros Edson Fachin, Carmen Lúcia, Ricardo Lewandovsky, Gilmar Mendes e Celso de Mello.

Carmen Lúcia e Edson Fachin já votaram contra o Habeas Corpus do ex-presidente. Porém se Mendes, Lewandowsky e Celso de Mello seguirem a tendência anterior, é possível que os três votem favorável a Lula.

Porém, não se pode semear ilusões, todos os ministros-juízes da burguesia são alinhados com os golpistas. E mesmo com a crise, a libertação de Lula geraria uma desestabilização geral do regime golpista.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas