Liberdade para Lula: Moro é de extrema-direita e Bolsonarista

lula moro

Da redação – Em plena entrevista à RecordTV, o golpista Jair Bolsonaro, político de extrema-direita colocado no poder por conta da fraude eleitoral, convida o juiz Sérgio Moro a participar de seu futuro governo, primeiro como Ministro da Justiça e, em seguida, como Ministro do Supremo Tribunal Federal.

Como se sabe, Sérgio Moro é o juiz que prendeu o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, de forma totalmente arbitrária, ao estilo dos países mais ditatoriais; e Jair Bolsonaro é um elemento de extrema-direita totalmente contrário às organizações dos trabalhadores e suas lideranças, como é o caso de Lula. Portanto, um governo composto pelos dois demonstra o caráter totalmente anti-democrático do futuro governo.

Sérgio Moro e Bolsonaro estão sendo promovidos pelo serviço que realizaram para o imperialismo, levando adiante o processo golpista montado para prender Lula, o maior dirigente dos trabalhadores Latino-Americanos, facilitando assim, não só a fraude eleitoral, mas os ataques a todos os trabalhadores e suas organizações. Por isso, a luta pela liberdade do Lula é fundamental no atual momento da luta política, para derrotar os golpistas e fortalecer todo movimento operário.