Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
gleisi
|

Da redação – A perseguição dos golpistas contra o Partido dos Trabalhadores (PT) segue agora contra a atual presidenta petista, a senadora Gleisi Hoffmann.  Após a prisão política do ex-presidente Lula, os golpistas se sentem à vontade em continuar com a perseguição aos trabalhadores, e, desta forma, a senadora e seu seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, acusados de suposto envolvimento em esquemas ilegais na Petrobras, terão que comparecer ao julgamento marcado para próxima ter-feira, 19.

As delações premiadas, em forma de tortura, trouxeram mais afirmações falsas e sem provas à tona pelo juiz Sérgio Moro, o Mussolini de Maringá. O torturado da vez pelo juiz – agente da CIA -, acusou os petistas  de terem usado R$ 1 milhão desviados da estatal na campanha de Gleisi ao senado em 2010. O valor teria sido oriundo de empresas parceiras da Petrobrás, recebido de forma ilegal pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, que também foi torturado para delatar ao juizeco capacho dos EUA. 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas