Latifundiários realizam emboscada contra sem-terra no Oeste da Bahia

mst oeste bahia

O trabalhador sem-terra Edimilson A. Silva sofreu um atentado organizado por latifundiários, sendo alvejado pelas costas quando estava na garupa de uma moto a caminho de sua casa. A emboscada ocorreu município de Mansidão, Oeste da Bahia, região onde o agronegócio e a grilagem de terras estão em franca expansão.

Edimilson vive no Assentamento Nova Esplanada, onde as famílias resistem há mais de 10 anos de ofensiva violenta dos latifundiários através de ameaças de morte e atentados. A Direção Estadual do MST na Bahia denuncia os conflitos. A latifundiária Dorgelina de Souza Oliveira Medeiros, proprietária da fazenda Várgea, vizinha do assentamento tenta de todas as maneiras expulsar as famílias e cercou aproximadamente 200 hectares dentro do assentamento e recentemente foi para o assentamento procurando as lideranças locais.

A emboscada é uma tentativa dos latifundiários em intimidar as famílias do assentamento para expulsa-las e tomar conta de suas terras. Essa ofensiva do latifúndio está cada vez mais constante e aberta, pois está sendo acobertada pela justiça e pelo estado golpista.

Essa situação tende a piorar e é preciso organizar os trabalhadores em comitês de autodefesa diante da violência do latifúndio e da pistolagem.