Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Nesta segunda-feira (19) durante a passagem da caravana de Lula em Bagé, Rio Grande do Sul, um grupo de latifundiários e empresários da cidade foram “protestar” contra o ex-presidente. No insólito Brasil do golpe um bando de oligarcas montados em tratores e cavalos gritavam “Lula ladrão” no campus da Unipampa, uma das universidades criadas durante seu governo.

Lula rebateu os ruralistas “A direita fascista deveria ter vindo protestar quando criei a Unipampa, porque a elite nunca quis que o pobre tivesse acesso à universidade”. O cinismo dos exploradores do povo não tem limites, tratando a população como gado, tentando intimidar os apoiadores de Lula e carregando o emblemático boneco pixuleco: representação acertada do espírito de porco dos protestos direitistas e mais uma evidência do caráter artificial desses grupos. Dinheiro de sobra para encher pixulecos e assim, tentar esconder o vazio da falta de apoio popular aos seus anseios golpistas.

Diante disso, é necessário aumentar a mobilização contra a prisão de Lula enfrentando, em todos os locais, os inimigos do povo. Não aceitar a presença dos ruralistas e de quaisquer outros grupos da direita fascista expulsando-os dos atos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas