Aeronautas
Patrões da Latam querem impor a extinção de contrato de trabalho, já rebaixaram os salários com a MP 936/2020 e, agora, para rebaixar ainda mais, vão demitir
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Avião da Latam taxiandoem aeroporto
Avião da Latam taxiando | Foto: Reprodução

Os trabalhadores aeronáuticos estão em campanha salarial e, nas primeiras negociações que ocorreram com os patrões da Latam, a empresa veio com a proposta de rebaixamento salarial, acompanhado com a ameaça de que, se os representantes dos trabalhadores não acatassem a proposta da empresa, 2.700 trabalhadores seriam demitidos, o correspondente a 38% do quadro de funcionários.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) rejeitou por duas vezes a proposta indecorosa da Latam de um novo Acordo Coletivo de Trabalho, que previa redução de jornada e salários temporária e, depois, a implementação de um novo modelo de remuneração, na prática, a redução permanente dos salários.

A Latam afirmou que as demissões ocorrerão até o dia 14 desse mês e, será feita pela internet, ou seja, os trabalhadores nem precisarão ir até o escritório de departamento de pessoal para se desligar da empresa. Os donos alegaram que o COVID-19 fragilizou as finanças e dificultou até os processos de desligamento, que serão feitos de forma online. Estão envolvidos no corte que a empresa vai fazer pilotos, copilotos, comandantes e comissários de bordo, entre outros.

Governo, a vaca leiteira dos patrões

As empresas aéreas foram agraciadas com um valor nada desprezível de seis bilhões de reais no mês de maio, dinheiro esse oferecido pelo governo em maio através do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ofertado pelo neoliberal, banqueiro e ministro da economia, Paulo Guedes que, quando da efetivação da doação disse: “Nós vamos comprar debêntures conversíveis. É dinheiro público, então é um dinheiro que tem potencial de ganho. Vamos botar (sic) o dinheiro [nas empresas aéreas] e vamos comprar um pedaço da empresa”, explicou Guedes. “Lá na frente, quando a empresa tiver recuperada e começar a voar de novo, a gente (sic) vende isso e ganhamos dinheiro para preservar as companhias brasileiras”.

Na época em que o governo socorreu as empresas de aviação, o valor que deveria ter sido destinado à Latam, Azul e Gol era de 10 bilhões de reais, esses patrões, os quais o governo faz concessões constantes, sonegadores de impostos, estão fazendo, com essa manobra, mais uma pressão para que o governo solte os quatro bilhões restantes, enquanto tenta ganhar com o rebaixamento dos salários de seus funcionários.

Medida provisória 936/2020

No início de abril os representantes dos trabalhadores, em uma capitulação vergonhosa acabaram fazendo com que os patrões rebaixassem os salários dos trabalhadores e suspendesse o contrato de trabalho, concordando com a famigerada Medida Provisória 936/2020, medida essa decretada pelo governo golpista do fascista Bolsonaro que doou mais de um trilhão aos banqueiros e empresários. A MP 936, também deixava em aberto quanto à questão do retorno ao trabalho, uma oportunidade para, quando terminasse o acordo, a porta estaria aberta para os patrões demitirem. Os aeronautas, nesse sentido estão sentindo na pele o tamanho do ataque desferido pelo governo e os patrões.

Os patrões da Latam, por outro lado, não vão ceder sem que haja uma luta acirrada contra tamanho ataque, por isso é preciso organizar uma greve, que paralise todas as atividades dos aeronautas, inclusive com a ocupação e todo o controle de suas instalações.

É preciso travar uma luta contra os ataques desse governo golpista do fascista Bolsonaro.

Fora Bolsonaro e todos os golpistas!

Eleições gerais!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas