Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Bebe Paissandu
|

Por conta do descaso total da prefeitura de Bruno Covas (PSDB), continuando o legado do ex-prefeito fascista de João Doria, na capital de São Paulo, um bebê morreu logo após seu nascimento nas ruas do Largo do Paiçandu, no centro de São Paulo, na noite de ontem (6). O caso exprime o quão essa prefeitura é inimiga dos movimentos sociais dos sem-teto, que, após o desmoronamento criminoso do edifício Wilton Paes de Almeida, estão jogados à própria sorte.

Somando-se à tragédia do prédio, visado para ser derrubado pelos especuladores, os país entraram em desespero quando o trabalho de parto começou, quando foi chamada a ambulância. Dentro da mesma foi constatado que o recém-nascido estava roxo, pois o frio já era muito forte, sendo confirmado e relato o óbito na chegada à Santa Casa de São Paulo.

A situação degradante dos sem-teto mantém cerca de 30 famílias jogadas no frio de São Paulo, morando em barracas há mais de um mês no acampamento improvisado no largo. Como esse diário afirmou diversas vezes, os trabalhadores não devem acreditar na demagogia de

Essa é a política da direita golpista, jogar os trabalhadores nas ruas, sem casa, sem emprego e sem nenhuma condição mínima de saúde e qualidade de vida.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas