Eleições São Paulo
Golpistas Kassab e Reinaldo Azevedo elogiaram entusiasticamente Boulos, enquanto a Rede apoiou sua candidatura oficialmente
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
4n5yknddcmxogcm14reny6e8f
Marina Silva e Boulos em reunião em 2019 | Foto: Reprodução

Após receber o apoio da imprensa capitalista de conjunto (Folha de São Paulo, Rede Globo, Estadão, Veja e outras) e receber elogios de Sérgio Moro e de Janaína Paschoal, Guilherme Boulos agora recebe recebe elogios de Gilberto Kassab e de Reinaldo Azevedo, além de ter recebido o apoio da Rede para o segundo turno nas eleições da capital de São Paulo.

Kassab, então filiado ao DEM, foi um dos prefeitos da direita da capital paulista. Iniciando seu cargo na prefeitura após a renuncia de Serra (PSDB) em 2006, que disputaria o governo do estado naquele ano. Seu governo foi marcado, assim como todos os governos da direita na capital paulista, como um período de repressão, de enchentes e de sucateamento da cidade em favor dos grandes capitalistas. Após ainda ser reeleito e ajudar a piorar a vida da população por mais quatro anos, até 2012.

Em 2011, o então prefeito de São Paulo rompeu com o DEM e criou uma legenda nova, que serviria na prática como uma sublegenda do antigo partido, mas que se mascararia de menos direitista para enganar a esquerda e conseguir se penetrar em alguns governos progressistas. Isso levou justamente Kassab a ingressar no governo Dilma em 2014 e ajudar a minar o governo petista por dentro, fazendo com que Kassab deixasse o Ministério das Cidades pouco antes do resultado final do golpe, já possuindo um cargo no governo golpista de Michel Temer.

Temer e Kassab

Agora, Kassab apoia a candidatura de Bruno Covas, no entanto, rasgou elogios a Guilherme Boulos, dizendo: “Boulos teve 20% dos votos na maior cidade do país, o que é muito, vai ter duas semanas de muita exposição. Ganhando ou perdendo a eleição, se consolida como um líder”. O estranho de tudo é que Kassab é praticamente da mesma ala política que Bruno Covas. O que esse setor esperaria de Boulos? É óbvio que para Gilberto Kassab, o que importa aqui é a criação de uma esquerda dócil ao novo regime político.

Já Reinaldo Azevedo é um fascista puro sangue, daqueles que participaram efetivamente do golpe de Estado e ajudaram a criar o clima de extrema direita no país que culminou com a eleição de Jair Bolsonaro. Agora, o antigo colunista da Veja tenta se fazer de democrata e impulsionar novamente a a direita tradicional, o chamado Centrão.

O agora colunista da UOL publicou no portal uma matéria na qual diz que Covas teve uma campanha sem erro nenhum, mas que Boulos já pode ser considerado o grande vitorioso destas eleições. O motivo pelo qual ele pode ser considerado assim: “É o nome da esquerda que obteve mais votos no país, ainda que com um percentual menor do que João Coser e Marília Arraes. De líder de um movimento popular por moradia, passa a ser uma referência da esquerda no país.”.

Reinaldo Azevedo indo à manifestação pelo Fora Dilma em 2015

Ou seja, Boulos se torna, para Reinaldo Azevedo, o grande líder da esquerda, podendo soterrar Lula e o PT, o que é o grande desejo da burguesia. No entanto, Reinaldo deixa escapar um dos outros motivos pelo qual a liderança de Boulos empolga tanto a burguesia, que é justamente a distância de Boulos para a classe operária, para os trabalhadores no geral: “O eleitorado para o qual fala (Boulos) não é aquela classe operária do chão de fábrica que constituiu a base tradicional do PT e que, na sua forma original, desapareceu — e não estou dizendo que isso seja necessariamente bom. Estou apenas apontando: aconteceu.”.

Já a Rede, partido da golpista Marina Silva, declarou apoio direto em Boulos, mesmo após dizer que Covas é um democrata. Marina tem fortes laços com a burguesia, incluindo uma das herdeiras do Itaú, Neca Setúbal, que sempre apoiou suas candidaturas à presidência e ajudou Marina Silva a construir a Rede, além de apoio de outras alas da burguesia, como a da empresa Natura. Marina também apoiou Aécio Neves em 2014, do PSDB, justamente o partido de Bruno Covas.

Marina Silva em apoio a Aécio Neves em 2014

Ao saber que a Rede apoiaria sua candidatura a prefeito de São Paulo no segundo turno, Boulos disse em sua conta do Twitter que: É um orgulho receber apoio da Rede São Paulo. A participação de Marina Helou e da Rede nas eleições trouxeram importantes temas para os debates do primeiro turno, em especial em relação ao desenvolvimento sustentável. Vamos juntos virar o jogo em SP!”. A reação de Boulos demonstra que ele aceita o apoio de qualquer um, muito diferente de quando criticava Dilma e o governo do PT por ter ministros como Joaquim Levy durante o governo que estava sendo claramente perseguido pela burguesia que desejava dar um golpe, como de fato aconteceu.

Boulos e Marina já haviam se encontrado em 2019 (a foto de capa desta matéria é justamente desse encontro), Logo após Marina Silva ter dito que não entraria em nenhuma “aliança pela democracia” se o PT estivesse nela.

Neca Setúbal, herdeira do Itaú, e Marina Silva

Fica cada vez mais claro que a burguesia busca impulsionar Guilherme Boulos para que ele substitua Lula e para que o PSOL substitua o PT no novo regime político que a burguesia tenta criar após o golpe de estado de 2016. O PSOL é um partido muito mais dócil e fácil de lidar do que o PT, pois não possui relação nenhuma com a classe trabalhadora do país e, pelo contrário, possui fortes relações com a burguesia, incluindo a burguesia imperialista.

No entanto, a burguesia prefere um governo do PSDB para a prefeitura de São Paulo e busca somente impulsionar o PSOL e o Boulos para as próximas eleições, as presidenciais de 2022.

É preciso denunciar a manobra da burguesia e também denunciar o caráter completamente oportunista do PSOL, que tenta se aproveitar da situação para crescer e ganhar novos cargos no sistema capitalista.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas