Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A esta altura do campeonato, já ficou muito claro que a condenação de Lula, assim como todo seu processo judicial, não passa de uma farsa grotesca para tirar a esquerda das eleições e acabar com qualquer tipo de oposição ao golpe, que foi perpetrado contra a Presidenta eleita Dilma Rousseff em 2016.

A todo instante, depara-se com inúmeras críticas de juristas dirigidas contra as aberrações proferidas pelos desembargadores do TRF4, e fica simplesmente notória a formação de um consórcio entre a imprensa golpista e a Lava Jato buscando inviabilizar Lula na política.

Exemplo disso é a própria peça de acusação do Ministério Público Federal, que utiliza um artigo do Jornal O Globo na tentativa de comprovar que Lula recebeu o apartamento Triplex como propina de sabe-se lá o que, como se a opinião distorcida de um jornal capitalista, patrocinado por grandes burgueses, tivesse algum valor jurídico.

Outro exemplo, é o recente “furo” da Bandnews, antecipando o resultado do julgamento do dia 24/01, quando a defesa ainda vazia sua explanação, o que demonstra o acesso privilegiado de alguns meios de comunicação a informações judiciais ainda não divulgadas.

Isso sem contar, obviamente, as diversas matérias “jornalísticas” que vem sendo difundidas pela imprensa golpista a todo tempo, antes, durante e após o julgamento do TRF4, ora insinuando, ora declarando abertamente que o Lula deveria ser condenado e preso de qualquer maneira.

Agora a Justiça Federal do Distrito Federal decidiu cumprir mais uma ordem emitida pela imprensa burguesa, propagada no Twitter pela pessoa de Ricardo Noblat, da Revista Veja, no sentido de confiscar o passaporte de Lula.

Sem haver qualquer condenação no caso da capital federal, o juiz responsável passou por cima do TRF4 e determinou a apreensão do passaporte de Lula, proibindo-o de sair do país, sob a simples retórica, não comprovada, de que o ex-presidente poderia fugir, por meio de uma viagem à Etiópia já marcada e devidamente comunicada ao TRF4.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas