Justiça neonazista da Ucrânia condena ex-presidente derrubado pelo imperialismo

Ucrania

Da redação – A Justiça da Ucrânia, sob o controle de golpistas neonazistas financiados pelo imperialismo norte-americano, decidiu nesta quinta-feira condenar a uma pena de 15 anos de prisão o ex-presidente Viktor Yanukovich, exilado na vizinha Rússia, por alta traição e outras acusações.

Dentro do “julgamento” realizado na capital Kiev, os promotores pediram a pena por alta traição e cumplicidade do acusado na agressão militar contra a Ucrânia e no “atentado” contra sua “integridade territorial”.

Durante o julgamento controlado pelos extremistas de direita o juiz acusou diversas vezes os advogados de Yanukovich de “atrapalhar” continuamente o julgamento do líder deposto em fevereiro de 2014.

O que devemos frisar aqui é que a Ucrânia passou por um golpe com participação de neonazistas, que mataram anarquistas, perseguiram comunistas, e agora, dentro da justiça, controlam a corte com seus capachos pagos pelo imperialismo.

Neste caso, o magistrado que leva um processo fraudulento de perseguição fascista contra o ex-presidente, ordenou que outros advogados assumissem o caso, que é um circo. Um advogado do Estado, que deveria se encarregar da “defesa” de Yanukovich, é claro, rejeitou imediatamente seus serviços pois os indicados fazem parte dessa composição golpista que domina o Estado ucraniano.