Burguesia quer controle do PT
O TJ-SP decretou que o PT deve apresentar seu balanço financeiro mensalmente e deste 10% será confiscado, uma condenação absurda que tem o objetivo final destruir o partido
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
stf-1
Ministro do STF, um dos baluartes de sustentação do regime golpista | Foto: Reprodução

Recentemente a justiça golpista, que tem como objetivo final a destruição do PT, determinou o confisco de 10% do faturamento mensal do partido. O motivo é uma suposta dívida contraída na campanha presidencial de Dilma Roussef em 2014, o PT teria ficado devendo R$ 183 mil reais à uma empresa de distribuição de materiais de campanha. O TJ-SP condenou o partido ao pagamento em 2019 e devido ao fato da divida ainda não ter sido quitada até agora decretou o confisco das finanças do partido.

A campanha da presidenta Dilma Rousseff de 2014 já estava sendo feita sob a conjuntura do golpe de Estado que só obteve sucesso no ano de 2016. Foram lançados diversos ataques da burguesia em sua imprensa e até movimentos de rua foram estimulados como o “não vai ter copa” liderado por Guilherme Boulos que, naquele momento, servia de funcionário do jornal golpista Folha de S.Paulo. O PCO vinha denunciando as investidas golpistas desde o ano de 2013 e já iniciava a luta contra o golpe que trava até os dias de hoje.

Na realidade os ataques golpistas vindos da justiça vem desde a época do mensalão que não conseguiu obter o mesmo êxito que a operação, impulsionada pela CIA e pelo FBI, Lava Jato vai conseguir depois. Quaisquer supostos crimes cometidos pelo PT que são julgados pela justiça e divulgados pela imprensa golpista merecem ser encarados com grande desconfiança, afinal a própria presidenta foi derrubada em uma farsa completa. A imprensa burguesa divulga que o PT reconheceu o crime, mas isto pode ser apenas uma capitulação à justiça visto que, não sem uma disputa interna, o partido não esta assumindo uma postura combativa no último período.

Um dos pontos essenciais e mais absurdos de todo o caso é que foi decretado também que o PT deverá todos os meses apresentar seu balanço financeiro à justiça e depois depositar 10% do valor total. A intromissão do aparato do Estado nos partidos políticos faz parte do projeto golpista de destruição da esquerda nacional, a burguesia quer ter um controle completo das organizações populares para transformá-las em inofensivas ou caso seja necessário destruí-las por completo, vide todo o apoio ao fascismo que vem sendo dado pela burguesia nacional e pelo imperialismo no Brasil desde o golpe de Estado.

O controle estatal dos partidos pode ser visto de perto durante o último período eleitoral cujo PCO participou e se deparou com as novas leis eleitorais completamente arbitrarias impostas pelo regime golpista. Os partidos de esquerda precisam seguir as regras vigiadas rigidamente pelo TSE, também conhecido como tribunal sabotador eleitoral, para não terem suas candidaturas indeferidas, uma missão praticamente impossível.

Assim, o PT e o PCO foram respectivamente os partidos que tiveram mais candidatos indeferidos em números absolutos e proporcionalmente. O PCO chegou a ter 25% das candidaturas indeferidas e o TSE tentou indeferir candidaturas muito importantes como o candidato a prefeito de SP pelo PCO, o companheiro Antônio Carlos, e o candidato do PT a vereador do Rio de Janeiro Lindbergh Farias, houve uma semana durante as eleições em que 10.000 candidaturas haviam sido indeferidas.

A analise das ultimas eleições, que foram as mais anti-democráticas desde a ditadura militar, mostra o quão ditatorial esta se transformando o regime político no Brasil após o golpe de Estado. O controle dos partidos políticos pela burguesia faz parte desse projeto autoritário de destruição da esquerda. Conforme se amplia a crise econômica e política e a polarização se torna cada vez maior, a burguesia brasileira e o imperialismo têm cada vez mais medo da reação popular e principalmente de uma reação organizada, por isso seu ataque a todas as organizações de esquerda cresce cada vez mais.

A destruição da democracia operária foi como Leon Trótski caracterizou o fascismo, é um processo que vemos lentamente no governo Bolsonaro mas que não difere muito do que foi visto no governo Temer e que é defendido por todo o Centrão em geral. Na realidade as tendências ditatoriais do regime não existem apenas na figura de Bolsonaro, os casos do Chile ou do Equador, por exemplo, mostram como um candidato da direita tradicional, caso haja uma crise política, pode se tornar uma figura extremamente autoritária.

No Brasil pode-se observar todo o papel da justiça golpista que em sua esmagadora maioria é composta por figuras ultra reacionárias,  como o juiz Sérgio Moro ou os ministros do STF como Alexandre Moraes, Barroso, Fux etc. Essa justiça que garantiu o golpe de Estado em 2016 e em 2018, com a prisão de Lula, é responsável por toda situação de miséria e fome que se encontra o país. Agora, a mesma justiça quer espionar e roubar os bens do maior partido da esquerda nacional, como o objetivo claro de destruí-lo.

Frente a esta ofensiva e a todos os demais ataques dos golpistas só há uma saída, a mobilização popular. É preciso derrubar completamente o regime político instaurado após o golpe, lutar pela derrubada do governo Bolsonaro e pela restituição dos direitos políticos de Lula e por eleições em que ele seja o candidato. A luta não será feita por meio das instituições mas contra elas, e isso inclui não só o executivo de Bolsonaro mas também o congresso de Maia e o judiciário de Moro e do STF que é um dos principais pilares de sustentação de todo o regime.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas