Direito de atuação sindical
Em campanha salarial, motoristas de ônibus de Recife, Jaboatão, Olinda, etc., realizam assembleias nas garagens. Uma de suas reivindicações é contra a dupla função.
onibus
Superlotação nos transportes coletivos |

Nesta quinta (05) o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 6ª Região, em Pernambuco, decidiu que não se pode realizar greve pelos direitos dos trabalhadores.

A desembargadora Maria clara Saboya Albuquerque Bernardino impôs ao Sindicato dos Rodoviários uma serie de normas, como: abster se de realizar atos, reuniões ou piquetes junto às garagens e terminais de transporte ou impedir a efetiva circulação dos ônibus em vias públicas.

Caso haja insistência, será acionada a Policia Militar, braço armado dos patrões e do governo.

Os rodoviários estão em campanha salarial e, juntamente com tal situação, os motoristas, agora estão sofrendo um desgaste sem tamanho com a dupla função, ou seja, dirigindo e realizando a cobrança junto aos passageiros, os rodoviários exigem que os transportes coletivos voltem a ter cobradores e o retorno dos demitidos.

O Sindicato dos rodoviários está realizando assembleias com os trabalhadores e elas são feitas nas garagens, desta forma, todos daquele horário têm a possibilidade de participar.

Seguindo à risca o governo golpista

A ação entra em curso após dois dias paralisação de rodoviários das empresas Caxangá, na quarta-feira (4), e Metropolitana, na quinta-feira (5), na frente das garagens das empresas em Peixinhos, Olinda e no Barro, Recife, para a realização de assembleias. Os profissionais se queixam do acúmulo da dupla função, reivindicam a readmissão dos profissionais afastados e discutem o reajuste salarial da classe. (Folha de Pernambuco – 05/03/2020)

Quanto à escravização dos trabalhadores, onde o motorista tem que prestar atenção no trânsito e ao mesmo tempo cobrar os passageiros, o governo do Estado de Pernambuco Paulo Câmara do golpista PSB.

Diante dos inúmeros ataques dos golpistas do governo fascista de Bolsonaro, governadores e prefeitos como ocorreram com os transportes de Blumenau, Santa Catarina, onde o prefeito e os empresários do transporte utilizaram a justiça para proibir a greve. veja artigo no DCO de 06/03/2020. O governo do golpista PSB de Pernambuco, bem como os patrões do transporte de Recife que, desde o final do ano de 2019 demitiram todos os cobradores, não estão dando a mínima com a situação desses trabalhadores, a exemplo do fascista Bolsonaro que conseguiu elevar o número de desempregados a mais de 12 milhões no país.

Relacionadas