Protestos dos indígenas
A justiça golpista estipulou uma multa de R$10 mil para os indígenas Kayapó caso eles contineum com o bloqueio realizado na BR 163, que começou na segunda-feira (17)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
indígenas bloqueio
Os indígenas Kayapó em bloqueio realizado na estrada BR 163 | Foto: Reprodução

https://youtu.be/XUqvORlfgRc

A golpista justiça federal determinou a retirada do bloqueio montada por indígenas kayapó na rodovia BR 163, que fica no município Novo Progresso (PA). Em caso de descumprimento, será aplicada uma multa diária de R$10 mil.

A estrada estava bloqueada desde a segunda-feira (17), em protesto contra a falta de ação contra o desmatamento ilegal, a invasão de madeireiros, garimpeiros, pescadores e caçadores e a falta de apoio no enfrentamento à pandemia nas terras indígenas onde vive o povo kayapó.

A decisão é importante porque revela de maneira cristalina o papel da justiça golpista em submeter os indígenas, os trabalhadores e todos os explorados sob as piores condições durante a pandemia. A justiça age com bastante celeridade para criminalizar os protestos legítimos e com sua famosa letargia para garantir a sobrevivência do povo.

As últimas decisão do STF em relação ao povo indígena, inclusive, são uma verdadeira farsa. Se há alguma crítica por parte da corte em relação a como o governo Bolsonaro está conduzindo a crise sanitária, isso é apenas um efeito sanitário, resultado na crise do bloco golpista. No que é fundamental, a justiça e o governo têm o mesmo plano, matar o povo em benefício dos capitalistas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas