Justiça do DF absolve Lula em outro processo fraude

Lula

Da redação – A Justiça do Distrito Federal absolveu, nesta quinta-feira, dia 12, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) da acusação de obstrução de Justiça. O juiz substituto Ricardo Augusto Soares Leite, da 10º Vara Federal de Brasília, afirma que “há deficiência probatória para sustentar qualquer juízo penal reprovável”, o que é evidente já que todo processo contra o petista é falso e levado a cabo por golpistas servos do imperialismo.

Parte dos “indícios” contra Lula vieram da colaboração premiada de Delcídio que também foi inocentado junto ao banqueiro André Esteves, ao pecuarista José Carlos Bumlai e seu filho, Maurício Bumlai sob a mesma denúncia.

A acusação de obstrução de Justiça veio da delação de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, indicando que Lula integrava um grupo para comprar o silêncio do delator.

A absolvição demonstra que a Operação Lava Jato, articulada por agentes do imperialismo, internos e externos, está em crise pois não consegue mais esconder que todo processo contra Lula é fraudulento. Junto aos fatos ocorridos no domingo passado, se abriu um processo maior de pressão sobre a justiça burguesa, e assim, é necessário que as organizações populares compareçam à Conferência Nacional Aberta nos dias 21 e 22 de julho na capital de São Paulo, para debater um programa de lutas que leve o povo às ruas e derrote o golpe com uma grande mobilização revolucionária que liberte Lula e finde de vez a operação golpista.