Menu da Rede

Tentativa de reprimir atos

Justiça de São Paulo quer impedir manifestações na Paulista

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que manifestações no mesmo dia e horário não podem acontecer na Avenida Paulista. A justiça tenta com isso desmobilizar a esquerda

Tempo de Leitura: < 1

Ato pela democracia – Foto: Reprodução

Publicidade

Assim como o governador de São Paulo já havia acenado, o Tribunal de Justiça do estado determinou que será proibida a realização de atos pró e contra governo Bolsonaro na Avenida Paulista ao mesmo tempo. A determinação, que diz ter sido feita para impedir a violência, é na verdade uma tentativa de desmobilizar a esquerda agora que os atos começam a ganhar força e os bolsonaristas se assustaram.

Como ficou demonstrado no último domingo, a polícia sempre defende os bolsonaristas e permite que eles façam o que quiser enquanto reprime a população e os manifestantes de esquerda. Sendo assim, os atos marcados pela direita não poderão ter a presença de manifestantes contrários, pois a justiça proíbe. Já nos atos de esquerda, caso a direita apareça, será escoltada, protegida e incentivada a permanecer ali.

A decisão do TJ nada mais é do que uma tentativa de proteger a direita e permitir que ela avance, enquanto reprime a esquerda.

Nenhuma organização do estado tem o direito de definir quando e onde serão realizados os atos da população. É importante que o povo continue se mobilizando para derrubar o governo Bolsonaro.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Trótski: vida e obra | Curso completo (35ª Universidade de Férias do PCO)

1.5K Visualizações 12/06/2021 18:28

Watch Now

Send this to a friend