Tentativa de reprimir atos
O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que manifestações no mesmo dia e horário não podem acontecer na Avenida Paulista. A justiça tenta com isso desmobilizar a esquerda
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
31mai2020 - -ato-a-favor-da-democracia-e-contra-o-racismo-aconteceu-neste-domingo-na-avenida-paulista-em-sao-paulo-o-ato-foi-organizado-por-torcidas-organizadas-do-corinthians-15909
Ato pela democracia | Foto: Reprodução

Assim como o governador de São Paulo já havia acenado, o Tribunal de Justiça do estado determinou que será proibida a realização de atos pró e contra governo Bolsonaro na Avenida Paulista ao mesmo tempo. A determinação, que diz ter sido feita para impedir a violência, é na verdade uma tentativa de desmobilizar a esquerda agora que os atos começam a ganhar força e os bolsonaristas se assustaram.

Como ficou demonstrado no último domingo, a polícia sempre defende os bolsonaristas e permite que eles façam o que quiser enquanto reprime a população e os manifestantes de esquerda. Sendo assim, os atos marcados pela direita não poderão ter a presença de manifestantes contrários, pois a justiça proíbe. Já nos atos de esquerda, caso a direita apareça, será escoltada, protegida e incentivada a permanecer ali.

A decisão do TJ nada mais é do que uma tentativa de proteger a direita e permitir que ela avance, enquanto reprime a esquerda.

Nenhuma organização do estado tem o direito de definir quando e onde serão realizados os atos da população. É importante que o povo continue se mobilizando para derrubar o governo Bolsonaro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas