Eleições 2020
Ney Santos teve mandato cassado por ter “extrapolado o limite de publicidade”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
NEYSANTOS-CMEMBU-DIVULGAÇÃO
Ney Santos (Republicanos), prefeito reeleito de Embu das Artes (SP) | Reprodução

A Justiça Eleitoral decidiu cassar a chapa eleita para a prefeitura da cidade de Embu das Artes (Grande São Paulo), o atual prefeito reeleito Ney Santos (Republicanos) não poderá assumir o mandato no dia 1º de janeiro. Ney Santos é denunciado apresentar em jornais balanço de seu governo no combate ao combate ao coronavírus. Segundo o juiz Gustavo Romero Fernandes, o prefeito teria “extrapolado o limite de publicidade”.

A ação é de autoria da chapa derrotada na eleição “Coragem para renovar Embu das Artes”, composta pelos partidos PT, PSOL, PCdoB e Pros. Da decisão, ainda cabe recurso em instância superior. O presidente da Câmara de Vereadores da cidade deve assumir o cargo até decisão favorável à chapa eleita ou de nova eleição.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas