Acordo
Ex-presidente deixou claro que não intervirá na política do país andino
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
evo
Evo Morales | Foto: José Luis Quintana/Colaborador/Getty Images

A Justiça boliviana decidiu anular, nesta segunda-feira (26), a ordem de detenção contra o ex-presidente Evo Morales, emitida durante o golpe de Estado de 2019. Evo Morales permanece com mais de 30 processos produzidos pela direita golpista.

A decisão da Justiça indica um acordo bastante claro entre Evo Morales, seu partido, o Movimento ao Socialismo (MAS) e a direita golpista. Morales já deixou claro que não irá participar de absolutamente nada que diga respeito à política do país andino, atendendo a reivindicação do imperialismo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas