Nunca foi justiça, foi golpe!
Em mais um processo da Lava Jato do Ex Mussolini do Paraná, Lula é novamente inocentado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
LL (1)
O caminho para a defesa de Lula e para a luta contra o golpe é a mobilização | DCO

Desde o início da perseguição ao PT e suas principais lideranças, setores da esquerda pequeno-burguesa que não lutaram contra o golpe e que não o viram chegar, declaravam que era uma loucura acreditar em golpe. A própria prisão de Lula não era nem tida como possibilidade na visão da esquerda pequeno-burguesa.

No entanto, nós denunciávamos que Lula seria preso caso as mobilizações populares não os impedissem e que isso seria um ponta – pé para impulsionar todo uma política de repressão por parte de toda burguesia golpista. Foi o que ocorreu e agora depois de praticamente 4 anos de perseguições contra Lula, continuam a se confirmar que a avalanche de processos contra Luis Inácio Lula da Silva tinham por objetivo, evitar que o PT com Lula voltasse ao poder.

Nesta semana, em decisão proferida no último dia 07/12 pela 6ª. Vara Federal de São Paulo, do juiz Diego Paes Moreira, arquivou nova investigação aberta contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu filho, Luis Claudio Lula da Silva (Processo nº 0008633-66.2017.4.03.6181). A investigação tinha como base delações premiadas de Emílio Odebrecht e Alexandrino Alencar, que, baseadas em narrativas mentirosas, compradas sob a base da delação premiada e de torturas psicológicas, tentaram incriminar Lula e Luis Cláudio.

Este é a 7° processo contra Lula, como os outros seis, alojados em outras varas da justiça, distintas da Lava jato de Sérgio Moro, que os advogados de Lula tem ganho de causa. Neste último caso, o próprio Ministério Público Federal de São Paulo reconheceu que não houve qualquer crime praticado por Lula ou por seu filho, pois na época dos fatos o ex-presidente não exercia qualquer cargo público e, portanto, não poderia cometer crime de corrupção passiva.

Veja aqui, resumo dos processos que Lula foi absolvido:

1) Caso “Quadrilhão” 1

Na 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, o ex-presidente Lula foi absolvido sumariamente e a decisão se tornou definitiva (trânsito em julgado);

2) Caso “Quadrilhão” 2

A 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, reafirmou a absolvição de Lula no caso do “quadrilhão”;

3) Caso “Obstrução de justiça” (Delcídio do Amaral). Pela 10ª Vara Federal Criminal de Brasília, o ex-Presidente Lula foi absolvido por sentença que se tornou definitiva (trânsito em julgado);

4) Caso “Frei Chico”

Na 7ª Vara Criminal Federal de São Paulo foi rejeitada a denúncia em relação ao ex-presidente Lula e confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª. Região;

5) Caso “Invasão do Tríplex”

Pela 6ª Vara Criminal Federal de Santos, denúncia sumariamente rejeitada em relação ao ex-presidente Lula;

6) Caso Janus I

Na 10ª Vara Federal de Brasília processo trancado por inépcia da denúncia e ausência de justa causa por decisão unânime do Tribunal Regional Federal da 1ª. Região.

7) Caso Touchdown

Pela 6ª Vara Federal de São Paulo, inquérito arquivado por pedido do MPF.

Não se trata aqui de defender que a justiça burguesa tenha isenção nestes casos, ao passo que todos os processos em que Lula foi condenado pela Lava Jato foram viciados pelos golpistas Moro e Ministério Público Federal de Curitiba. A burguesia apenas decidiu não jogar força e pressão neste processos pata tentar buscar novas condenações para Lula. No entanto, a perseguição crucial à Lula se encontra em Curitiba.

Apenas na “Lava Jato de Curitiba” órgão do golpe de Estado financiado pela CIA, Lula foi condenado por duas vezes, não podia haver direito a um julgamento justo e imparcial para Lula, os golpistas precisavam prendê-lo e impor a sua retirada ilegítima das eleições presidenciais de 2018. E assim com base em delações falsas e acusações sem materialidade — conforme amplamente demonstrado pela defesa dos advogados do ex – presidente, o golpe caminhou.

A essência dos processos contra Lula na Lava Jato, objetivava tirá-lo de cena para permitir o avanço do golpe. Lula continua sendo o elemento que mobiliza, estando dentro da cadeia ou não, contra o golpe de Estado e na defesa dos trabalhadores. O PT continua sendo um partido com alta influência na classe operária. E por isso, a perseguição dos golpistas não para, como ficou demonstrado também em toda a manipulação e fraude das eleições municipais deste ano, onde a burguesia comemorou efusivamente tal fraude organizada por ela (com a colaboração de parcela importante da esquerda pequeno burguesa) para passar a ideia de que o PT estaria acabado.

Todo ataque golpista, apesar da vitória nestes julgamentos, não se encerrará por aqui, as condenações da farsa da Lava-Jato, continuam em vigor, afinal, tudo vale para tirar Lula das eleições de 2022.

Lutar pela anulação de todos os processos contra Lula na Lava jato, no STF golpista, ou em qualquer fórum, é tarefa fundamental daqueles que se levantaram contra o golpe, contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff e contra a perseguição e prisão de Lula.

Por isso é importante para derrotar o golpe, criar imediatamente comitês de luta por Lula candidato, Lula presidente em 2022, chamando os trabalhadores e particularmente a classe operária para essa luta juntamente com a luta por derrubar o governo golpista de Bolsonaro, retomando e impulsionando novamente a palavra de ordem “Fora Bolsonaro”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas