Juninho Pernambucano dispara contra direita; “traidores da pátria”

Juninho-P

Antes de expor aqui as posições de esquerda de Juninho Pernambucano, que vem escrevendo em seu twitter para defender a Liberdade de Lula e atacar as posições golpistas e coxinhas no Brasil, vamos dar um breve histórico desse excelente jogador.

O ex-jogador Juninho Pernambucano foi um dos melhores meia atacantes do futebol brasileiro, que começou sua carreira no Sport de Pernambuco, sendo transferido logo cedo para o time do Vasco da Gama e com o belo futebol que apresentava, foi vendido para o futebol francês, vindo atuar no time do Lyon por vários anos, onde foi várias vezes campeão. Disputou a Copa do Mundo de 2010 e ficou  conhecido como um dos melhores batedores de falta do mundo. Encerrou sua carreira no próprio Vasco da Gama, onde poderia com facilidade ter jogado por mais cinco anos.

Depois de aposentar foi convidado para ser comentarista da Rede Globo de televisão, mas devido seu posicionamento de esquerda e vendo a manipulação do setor de jornalismo da Globo, preferiu abandonar a emissora e se livrar desse “câncer” do jornalismo golpista no país.

O episódio que culminou com essa decisão, foi resultado de um comentário do jogador em programa dirigido pelo jornalista “coxinha” da Globo, André Rizek, aonde Juninho denuncia que vários jornalistas setoristas, por inveja dos jogadores serem de origem pobre e das camadas populares, mas ganharem mais de 20 vezes o que os jornalistas ganham, mentem nas matérias, jogam a torcida contra o jogador de forma irresponsável.

O “coxinha” André Rizek se colocou contra Juninho, defendendo os jornalistas e disse que a opinião de Juninho não agradava a emissora.

Após o fato, Juninho pediu desligamento da Globo, o que mostra uma tendência geral, pois na Globo somente podem expor suas opiniões, aqueles que pensam como os patrões golpistas, a família Marinho.

Com a Copa do Mundo da Rússia e vendo a campanha da Globo contra a seleção, Juninho Pernambucano vem se posicionando nas redes sociais contra os “coxinhas” que torcem contra o Brasil e atacam a seleção, como no caso do ataque constante do direitista narrador da Globo Galvão Bueno ao craque Neymar.

Contra Galvão, Juninho afirmou: “o cara passa o jogo criticando o Neymar, culpando até pelo pênalti sofrido. Agora quer elogiar. Galvão não pára, é intocável. Faz todo mundo detonar o cara, e depois do gol quer mudar. Isso sempre foi assim. Neymar é monstro e não é obrigado a arrebentar sempre. Boa Brasil”.

E, Juninho, sabendo da importância de todo o povo brasileiro torcer pela seleção brasileira, no dia 28 de junho, depois do jogo espetacular do Brasil contra a Sérvia, o craque alfinetou a direita novamente em seu twitter escrevendo “se o Brasil for campeão mas vc apoiou o golpe, lembre-se de uma coisa. Você ainda é um Traidor de Sua Pátria. Mas ainda da tempo de lutar pela democracia e que as urnas continuem a solução. É só reconhecer que foi usado como milhares. Vc será mais forte, acredite. #LulaLivre”.

Juninho Pernambucano está se juntando a vários jogadores brasileiros que já perceberam que a imprensa brasileira, principalmente a Rede Globo é uma emissora que trabalha contra o Brasil e o futebol brasileiro, a serviço dos interesses imperialistas no país.