Jungmann diz que uso da Força Nacional em atos de caminhoneiros só ocorrerá quando capacidade dos políciais se esgotar

jungmann

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, declarou ao público que o uso das Forças Armadas só será requisitado quando a capacidade dos policiais se esgotarem.

“A eventual utilização dar-se-a apenas em último caso, em que se esgote a capacidade das polícias estaduais e federais”, disse o ministro golpistas.

“Isso não aconteceu até o momento. Não estamos tendo choques (nas rodovias), mas bloqueios. Permanecemos à disposição. Há um gabinete de crise do governo federal. Espero que hoje se chegue a um acordo e se suspenda essa situação que nos preocupa muito”.

De acordo com Jugmann, houve solicitações para escoltar caminhões que transportam o querosene que abastece os aeroportos.

O Comando Militar do Sudeste já está fazendo o planejamento caso Brasília faça o requerimento para que o exército intervenha.

“Não temos tropas em prontidão, apenas alerta para acompanhamento da questão e planejamento. Não podemos agir sem ordem do comando do Exército”, diz o general comandante do Exército em São Paulo, Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, que espera uma ordem do general Villas Boas.