Judiciário
Juiz alega erro “não voluntário” na ocasião da publicação da sentença.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
lula_uneal
Ex-presidente Lula recebendo título da Universidade Estadual de Alagoas. | Foto: Folhapress

Quatro dias após anulação do título de doutor honoris causa concedido pela UNEAL (Universidade Estadual de Alagoas), o juiz Carlos Bruno de Oliveira voltou atrás na decisão alegando um “comando dado no sistema, de forma não voluntária” arquivando o processo.

Segundo o juiz, o título foi concedido em março de 2012 pelo Conselho Universitário e a ação da advogada tucana ocorreu em agosto de 2017, portanto, ultrapassando o tempo máximo de cinco anos entre a denúncia e o fato denunciado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas