Imprensa Operária nas ruas
A edição de número 1144 do Jornal Causa Operária está disponível, entre em contato com o PCO ou participe de uma de nossas atividades e adquira o melhor jornal do Brasil!
JCO1144
Jornal da Causa Operária número 1144. | Diário da Causa Operária
JCO1144
Jornal da Causa Operária número 1144. | Diário da Causa Operária

Segunda feira mais uma edição do Jornal Causa Operária entra em circulação em todo o Brasil e será vendida nas ruas pelos militantes do PCO, nas sede do Partido, na sua loja virtual e também em poucos estabelecimentos comerciais que não estão sob o domínio total dos monopólios da imprensa burguesa. A edição 1144 do jornal, destaca a destruição nacional que vem acontecendo no Brasil desde o golpe de 2016 e que se expressa nas demissões e fechamentos de agências bancárias do Banco do Brasil e das fábricas da Ford, e também aponta o caminho para a classe operária, por meio da mobilização, ocupar fábricas e empresas contra as demissões!

O Jornal da Causa Operária é uma importante ferramenta de luta do PCO, seu próprio nome é inspirado no primeiro jornal do maior revolucionário do século XX, Vladimir Ilitch Lenin, líder da Revolução Russa de 1917 e grande expoente do marxismo, cujas teorias políticas servem de base para a ação do partido. Um de suas contribuições mais importantes à teoria marxista foi justamente a explicação da importância do jornal para as organizações revolucionárias, assim como a burguesia expressa sua política por meio de sua imprensa, a esquerda também deve possuir a sua imprensa independente que serve tanto como um meio de organização dos próprios partidos, sindicatos e demais coletivos políticos, como também de divulgação de suas ideias para combater a dominação ideológica burguesa.

Por isso o PCO, desde seu início como organização há 42 anos, publica o seu jornal que, ao longo do tempo se diversificou em outros meios de imprensa como o jornal online, o Diário da Causa Operária, o telejornal Causa Operária TV além de outras mídias do partido como as revistas dos coletivos de mulheres, negros e jovens e a Radio Causa Operária. Mas o jornal imprenso segue tendo uma enorme relevância pois, além de ser o meio em que a política do partido se expressa de forma mais acabada com as matérias mais bem escritas e mais importantes da semana, ele também é a forma de dialogar diretamente com a classe trabalhadora nas ruas. Por isso um dos meios de adquirir o jornal é ir a qualquer atividade do PCO, lá se encontrará um militante disposto a vendê-lo e debater sobre as notícias mais relevantes da semana.

Entrando na própria pauta da edições da próxima semana, além da manchete sobre a calamidade na indústria nacional e na economia como um todo que leva as demissões em massa, esta edição do JCO apresenta uma grande gama de matérias. O artigo “Cancelar o ENEM! Voltas às aulas só com vacina” já deixa clara a política do partido em relação a juventude e a educação em geral, o ano de 2020 foi completamente perdido para os jovens da classe operária que de forma alguma puderam acompanhar o EAD, ensino a distância. A Aliança da Juventude Revolucionária, juventude do PCO, se mobilizou e continua na luta contra o EAD que é uma verdadeira destruição da educação. Não só isso como em meio ao pior momento da pandemia o governo golpista estimula a aglomeração de milhões de estudantes não só no dia do ENEM como usa a própria prova para impor a sua política genocida de volta às aulas.

A matéria de análise política é uma polêmica com a grande maioria da esquerda que após a invasão do capitólio dos EUA ficou a reboque do senhor da guerra e maior representante do imperialismo Joe Biden, ao invés de apresentar uma política independente para os trabalhadores. A notícia sobre as 2 milhões de mortes mundialmente devido ao Covid segue com uma analise de que os países imperialistas, os mais ricos do mundo, fracassaram completamente em tratar a pandemia e deixaram centenas de milhares morrerem devido a falta total de investimentos em saúde. Enquanto isso países que tiveram revoluções socialistas como Cuba, Vietnã e China lidaram no quesito saúde com o controle pandemia literalmente milhares de vezes melhor.

Ainda no primeiro caderno há notícias sobre o apoio de PT ao candidato de Maia na Câmara e de Bolsonaro no Senado, ou seja, uma subordinação total aos golpistas. Também esta presente a analise sobre o processo de impeachment de Trump inciado na ultima quarta feira e as polêmicas sobre a censura do presidente dos EUA pelos monopólios das redes sociais e outra polêmica sobre apoio da esquerda ao governador fascista de São Paulo João Dória.

O JCO tem um segundo caderno desde 2020 com seções de história, dos coletivos de negros, mulheres, juventude e sindical, matérias sobre os sem terra e os sem teto. A seção de cultura apresenta o famoso cantor David Bowie, um simbolo da vanguarda do rock, e como de costume faz uma análise da musica por meio da ótica marxista. Há também uma seção de Marxismo que há semanas traz textos que combatem a política contra revolucionária do stalinsmo, nesta edição o tema é a teoria da revolução permanente de Leon Trótski.

Os textos de marxismo contribuem com a Universidade Marxista que esta sendo ministrada pelo PCO nos meses de janeiro e fevereiro justamente com o tema “O que foi o stalinismo: uma análise marxista”. Os interessados em fazer o curso ainda podem se inscrever online em universidademarxista.pco.org.br e assistir tanto as 4 aulas que já foram ministradas quanto as próximas 12 que ainda estão por vir.

O jornal estará disponível em todas as regiões do Brasil, entre em contato com um de nossos militantes para obtê-lo. Caso ainda não conheça nenhum é possível adquirir o Jornal Causa Operária entrando em contato com a nossa Secretária de Organização pelo Whats App de número 11 99741-0436.

Relacionadas
Send this to a friend