Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O julgamento do Tribunal Regional Federal da 4° Região (TRF-4) no dia 24 de janeiro contra o ex-presidente Lula mostrou uma combinação pouco provável mesmo dentro da própria Corte, havendo total sintonia entre os 3 desembargadores. Tudo isso mostrando o total alinhamento do Judiciário com o golpe e uma articulação meticulosa armada contra Lula.

O jornal eletrônico Brasil 247 analisou todas as sentenças proferidas pelos mesmos atores que condenaram Lula e observou que somente em 8% dos casos houve um parecer em que os 3 desembargadores tiveram total acordo. Lula chegou a denunciar a jogada ensaiada realizada, que só nos faz ter mais certeza de que o caminho institucional está totalmente fechado.

A sentença contra Lula é uma das ações mais importantes do golpe, não podendo estar ligada ao arbítrio de qualquer pessoa, pois um resultado diferente abriria caminho para o questionamento legal da decisão. Neste sentido, o Judiciário mostrou que está alinhado com os golpistas e que não abrirá nenhuma brecha que abale o domínio dos golpistas.

Uma eleição livre das manipulações golpista só virá de um amplo movimento de massas, com clareza e com características revolucionárias. É necessário agitar toda a classe operária e criar comitês contra o golpe para impedir os ataques contra Lula e o desdobramento do golpe, que pode se dar com eleições fraudulentas ou simplesmente com um golpe militar.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas