Siga o DCO nas redes sociais

João Doria cria “auxílio-meganha” em seu próprio benefício
João Doria cria “auxílio-meganha” em seu próprio benefício

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), assinou nesse sábado (3) um decreto que concede aos ex-prefeitos da capital a regalia de desfrutar, durante um ano, os serviços públicos para sua segurança pessoal. Dessa maneira, acabou de ser oficialmente criado o “auxílio-meganha” aos ex-prefeitos da cidade.

Às vésperas de deixar a prefeitura de São Paulo (tendo consumado uma série de ataques à população em benefício dos grandes empresários), João Doria decidiu que ele próprio deve abocanhar, durante mais um ano, os benefícios públicos, recebendo para sua segurança pessoal os serviços da Polícia Militar.

Vale lembrar que João Doria é um empresário milionário, que possui até mesmo um jatinho particular avaliado em mais de R$ 40 milhões. Nesse sentido, é bastante simples que alguém banque sua própria segurança, contratando os serviços privados. No entanto, para Doria não funciona assim. Quanto mais o prefeito puder agir em benefício próprio, ele agirá.

Não é inédito ver medidas assinadas por Doria para delas ele próprio se beneficiar. Constam várias outras na lista das regalias implementadas pelo prefeito tucano, vejamos: determinação de reabertura do viaduto Nove de Julho para passagem de carros, viaduto esse por onde Doria passa para ir de sua casa à prefeitura; instalação de uma base da Guarda Civil em frente da casa de Doria, sendo oferecido um carro da Guarda para sua segurança 24 horas. Conclusão, João Dória, como todo neoliberal, age como um parasita do estado.