Reino Unido
Após ser traído e perder a liderança do próprio partido, Jeremy Corbyn agora é acusado de antissemitismo e suspenso
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Jeremy Corbyn is the leader of the Labour Party, and possibly the next Prime Minister.
Jeremy Corbyn | Foto: reprodução

Jeremy Corbyn foi suspenso do Partido Trabalhista inglês após uma comissão chamada “Comissão de Igualdade e Direitos Humanos”, que investigou a suposta presença de antissemitismo no partido. Detalhe: somente foi investigado o período em que Corbyn era líder do partido, entre 2015 e 2019.

As acusações de antissemitismo se iniciaram durante as eleições do ano passado, quando por conta de sua posição contrária ao estado genocida de Israel, Corbyn foi criticado por pessoas de dentro do próprio partido, que debandaram para o lado do Partido Conservador.

Após as eleições, Corbyn que representava a ala mais à esquerda do partido e tinha fortes alianças com os sindicatos do país, foi afastado e em seu lugar subiu o direitista Keir Starmer, que acabou por suspender Corbyn por conta do que apurou a comissão, além de declarações posteriores em que Jeremy Corbyn disse que achava o que havia sido apurado “exagerado”.

Aliados a Corbyn denunciaram o ocorrido nas redes sociais e disseram que se trata de perseguição política contra o antigo líder do partido.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas