Jagunços incendeiam acampamento do MST: criar comitês de autodefesa dos sem terra para combater os latifundiários

latifun

Os latifundiários estão ouriçados. O acampamento comuna Irma Dorothy foi atacado e incendidado. O acampamento é localizado em Tamboril, no Ceará. Na noite da terça-feira (30/10), por volta das 19 horas, 4 homens se aproximaram do acampamento e jogaram fogo nos barracos, e saíram fugindo de motocicleta.

A polícia militar até foi acionada, mas como era de se esperar, “ninguém foi encontrado”. 150 famílias acampadas vivenciaram uma tragédia, mas conseguiram apagar o fogo.

O Movimento dos Sem-Terra (MST) afirmou, em nota, que irá continuar lutando contra os latifundiários. “Afirmamos que continuaremos resistindo e lutando pela desapropriação de latifúndios improdutivos”. A medida está correta: é preciso reagir às agressões da extrema-direita.

Se os sem-terras não se armarem e organizarem comitês de luta contra o golpe, e autodefesa contra os latifundiários, continuarão sofrendo ataques da extrema-direita. E com o governo Bolsonaro, tende a piorar.