Siga o DCO nas redes sociais

Jagunço invade e atira contra comunidade rural em Rio Preto (BA)
Conflito_Estrondo_fazendeiros
Jagunço invade e atira contra comunidade rural em Rio Preto (BA)
Conflito_Estrondo_fazendeiros

Jagunços armados que atuam como “agentes de segurança” da empresa Estrela guia, contratada do Condomínio Fazenda do Estrondo, localizada no município de Formosa do Rio Preto, região oeste da Bahia, atiraram contra membros de uma comunidade tradicional que trabalhava com gado, na tarde de sábado (17).

Não é a primeira vez que jagunços invadem terras e atiram contra membros de comunidades tradicionais. Em janeiro deste ano, episódio similar ocorreu no mesmo município. As vítimas procuraram as autoridades, que se mostraram inertes e se recusam a tomar qualquer medida em relação aos ataques, em uma clara cumplicidade com os jagunços.

Com a chegada ao poder do governo fascista de Jair Bolsonaro(PSL), por meio de um golpe de Estado e uma eleição fraudulenta, os ataques contra os povos indígenas, quilombolas e aos sem-terra têm se intensificado. A direita patrocina os ataques dos pistoleiros e jagunços, com o objetivo de impedir o avanço da luta pela reforma agrária e demarcação das terras indígenas.

Os ataques e os assassinatos de sem-terra demonstram a necessidade de organizar comitês de auto-defesa no campo e nas aldeias indígenas. A única maneira de pôr um fim à violência da extrema-direta no campo é organizar a defesa dos oprimidos.

Leia Também  Sobreviventes do Massacre de Pau-D`Arco ainda sofrem ameças

 

 

 



0 Shares
Share via
Copy link