Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
ney santos 4
|

Na tarde desta quarta-feira (6), o prefeito de Embu das Artes na grande SãoPaulo, tentou mais uma vez na força impedir o movimento organizado de moradores da cidade contra uma série de medidas contra a população, incluindo a imposição de uma taxa de lixo que foi o estopim para esse movimento que cresce a cada dia.

Vale lembrar que Ney Santos, eleito pelo PRB, ficou conhecido por ter pedido licença do cargo e fugiu para o Paraguai temendo ser condenado em processo que corre contra ele na Justiça.

Publicaremos aqui o relato de Rita Souza, que integra o movimento, e conta como se deu a repressão do prefeito.

 

NEY SANTOS NÃO NOS CALARÁ
*Não à taxa de lixo no município de Embu das Artes*

Hoje integrantes do movimento contra a taxa de lixo, foram surpreendidos por um “jagunço”, que de forma brutal e espírito de ódio, pegou as caixas de som e as jogaram no rio em frente a Prefeitura de Embu das Artes.

Enquanto integrantes realizavam panfletagem e conversavam com moradores da região em frente a prefeitura da cidade, sobre a taxa de lixo implantada pelo prefeito atual, Ney Santos, um homem encapuzado, aproximadamente 1,85 de altura, chegou de forma rápida pegando os materiais, entre, as caixas de som que no momento tocava a música do Raul Seixas- Aluga-se (recomendo escutar), as pegou e as jogou no rio, a ação de má fé durou segundos.

Supostamente a ação cometida pelo jagunço, foi mandado pela gestão do prefeito, pois minutos antes do ocorrido um segurança da prefeitura se aproximou pedindo para abaixar o volume da caixa de som, pois assim estaria incomodando. Obs.: O volume não passada de 15. 

Hoje o prefeito ficou de receber os integrantes do movimento para dar uma resposta sobre o processo que foi levantado com um abaixo assinado dos moradores contra a taxa de lixo.

A taxa de lixo foi implantada de forma imediata, sem audiência pública e a desculpa do prefeito sobre, é que a taxa está sendo cobrada para pagar dividas da ENOB- empresa responsável pelo lixo, segundo Ney as gestões anteriores deixaram rombo. Mas o mesmo, pagou 13 milhões em comunicação, comprou armas e viaturas para GCM e ROMU. Espertinho né Ney?!

Taxa de lixo sendo cobrada, o recurso levantado devia ser usado para reciclagem, coleta, mais investimento para uma criação política de resíduos sólidos e o mais importante, com participação popular, algo que o prefeito não fez, pelo contrário, retrocedeu.

Os integrantes foram recebidos não só pelo representante do Sub-secretário, mas também por viaturas que estavam no local.

O processo contra a taxa de lixo está em andamento desde 14 de março deste ano, e ainda não saiu do judiciário.

Mesmo com atos contra maré, a voz ecoa contra um golpe
Não nos submeterá a opressão
Não fasgaram a constituição,
Nosso direito de manifestação
Constrói a revolução.

Avante e fé!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas