Conto do vigário
A demagogia da burguesia não resolverá em nada as condições materiais de vida da população negra, apenas serve para encobrir sua política assassina.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
15868811965e95e2ac99639_1586881196_3x2_rt
Banco JPMorgan em Nova Iorque, no Estados Unidos | AFP

Os bancos são os maiores responsáveis pela bancarrota da economia em diversos países do mundo, afetando os serviços públicos e as condições de vida dessas populações. Os banqueiros são os maiores inimigos dos trabalhadores em todos os países do mundo, em especial, a população negra que é subjugada no seu conjunto. Agora o líder mundial do mercado de serviços financeiros e terceiro maior banco do mundo, J. P. Morgan Chase, busca fazer demagogia com povo negro prometendo bilhões na promoção de igualdade social.

Os bancos são responsáveis pelo endividamento dos países do mundo inteiro, obrigando esses governos a lançarem mão de políticas de austeridade que tiram recursos da saúde, educação e assistência social para alimentar esses sanguessugas. Todo dinheiro retirado do orçamento público desses países também impossibilitam os mesmos de realizarem a manutenção da infraestrutura pública e de gerar de emprego com financiamento público. Neste sentido, populações inteiras são condenadas ao desemprego, violência, miséria, fome, doença e morte.

O anúncio do banco JP Morgan obviamente não se trata do lançamento de qualquer medida para ajudar a população negra sob nenhum aspecto. Na verdade, se trata de uma propaganda demagógica como as que todos os bancos fazem com a mulher, com a comunidade LGBT e com a política ambiental. Esse tipo de publicidade busca atingir setores da pequena-burguesia que são sensíveis a questão do identitarismo e que não compreendem as relações do ponto vista da luta de classes.

A população negra não pode cair no conto do vigário, de forma alguma devem acreditar nos maiores criminosos do planeta. Os negros em aliança aos operários em todo o mundo devem lutar pela estatização dos bancos e de todo sistema financeiro. Os negros não podem permitir que estes agiotas legalizados capitalizem em torno deste tipo de demagogia, tampouco devem se iludir com políticas de empoderamento, como black money entre o outras fajácias, que tem por objetivo recrutar os negros para o regime. A saída para o povo negro está no fim do capitalismo.

É importante compreender que na medida em que a burguesia aumenta seus ataques contra os oprimidos de todo o mundo, aumenta também sua demagogia com setores com os setores mais esmagados. Os bancos são os grandes inimigos do povo negro, são eles que impulsionam a política neoliberal e a desigualdade social no mundo inteiro. Sua demagogia não resolverá em nada as condições materiais de vida da população negra, apenas serve para encobrir sua política assassina.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas