Variante “brasileira”
Enfermeiro foi diagnosticado com a variante descoberta em Manaus do coronavírus mesmo já tendo sido vacinado.
Italia - COVID
Itália segue sendo duramente afetada pela COVID-19. | Foto por: reprodução.
Italia - COVID
Itália segue sendo duramente afetada pela COVID-19. | Foto por: reprodução.

Um enfermeiro do hospital de L’Áquila, norte da Itália, foi diagnosticado com a cepa “brasileira” (descoberta em Manaus) do coronavírus, mesmo depois de já ter sido vacinado com a vacina da Pfizer/BioNTech. O profissional, que está assintomático, teve o diagnóstico devido a exames periódicos feitos pelas equipes de saúde do hospital aonde trabalha.

As autoridades sanitárias da cidade informaram que ele teria contraído o vírus de sua mãe, devido a um surto na família, em que seis membros se contaminaram e estão também assintomáticos e novos testes estão sendo feitos nos familiares e para averiguar a eficácia da vacina que, segundo informaram, à priori teria lhe protegido dos sintomas mais graves da doença.

Cidades vizinhas como Cinzia Torraco e Oggio Picenze informaram a descoberta de novos casos de pessoas infectadas com a variante “brasileira” do coronavírus.

Em Janeiro estudos divulgados pela Pfizer informaram que a vacina era eficaz, conforme divulgado, para as variantes “tradicionais” do coronavírus, mas para as novas variantes ainda não havia esta confirmação, incluindo a variante descoberta no Amazonas.

Relacionadas
Send this to a friend