Aprofunda-se a hecatombe
Com primeira morte anunciada em presídios, pandemia atingi diretamente mais vulneráveis.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
22ad05afc078e0e602c7651a32404898
Morre primeiro detendo pelo vírus Corona na Itália. |

Da redação – No presídio de Bolonha, cidade italiana, foi divulgado nesta quinta-feira (02) que um detento de 77 anos faleceu no hospital Sant’Orsola com diagnóstico de vírus Corona.

Este é o primeiro caso oficial de um presidiário que morre pela pandemia na Itália. O homem havia sido colocado há poucos dias em prisão domiciliar e logo encaminho para o hospital, porém não resistiu.

Companheiros de célula foram isolados após o casos. Tal fato representa uma previsão já clara: os presídios são um local que será fortemente atingido pela pandemia, devido as péssimas condições de vida e lotação.

A Itália ainda controla a situação nos presídios após uma série de rebeliões, no entanto países atrasados como o Brasil já registraram a maior fuga da história devido a pandemia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas