Coronavírus
País do oriente médio, mesmo com campanha de vacinação, tem explosão no número de casos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, participa da cerimônia de abertura do encontro empresarial Brasil-Israel, em Jerusalém.
O primeiro ministro fascista de Israel, Benjamin Netanyahu, em visita ao Brasil. | Foto: Reprodução

Apesar da forte campanha de vacinação, Israel teve ontem o recorde diário de novos casos da COVID-19. Foram 589 novos casos, um número bastante elevado em relação ao tamanho do país.

Aproximadamente 20% população de Israel já recebeu a primeira dose da vacina do laboratório americano Pfizer. Todavia, isto parece não ter sido o bastante para conter a doença até o momento.

Os hospitais do país estão bastante cheios. Por isso, foi decretado, no país, fechamento de todos os serviços não essenciais e a circulação de pessoas só será permitida a pessoas autorizadas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas