Israel: 70 anos de uma base imperialista no Oriente Médio

18153225719479

O Estado de Israel foi criado em 1948 no dia 14 de Maio, ou seja, há quase 70 anos. A data é oficialmente celebrada no dia 18 de Abril (ontem). Apesar da imprensa golpista apresentar isso como uma vitória e fazer demagogia com o povo judeu, a verdade é que nada se tem a comemorar; trata-se de 70 anos de uma verdadeira base imperialista que serve para facilitar as ações dos monopólios contra as lutas dos árabes e iranianos pela sua independência política, econômica e cultural.

O Estado de Israel é um Estado terrorista que ao longo da história cometeu as mais diversas atrocidades contra o povo palestino, originário da terra hoje ocupada. Os palestinos ficaram todos concentrados em territórios pequenos onde não se tem qualquer condição de viver e sofrem constantes ataques dos israelitas super armados pelo imperialismo norte-americano. É uma política terrorista levada adiante pelo imperialismo por meio de um Estado sionista que recentemente matou dezenas de palestinos que protestavam contra a opressão.

Os 70 anos do Estado de Israel deve ser visto pela esquerda como 70 anos de intensificação do processo de opressão ao povo palestino e árabe em geral. A base sionista, que segundo o imperialismo seria uma vitória dos judeus, na verdade é um Estado com política nazista e não deve ter apoio de nenhum grupo verdadeiramente de esquerda ou mesmo democrático.