Siga o DCO nas redes sociais

Caso tropas não saiam do país
Iraque será novo Vietnã para os EUA, alertam autoridades religiosas
Assassinato de general iraniano por bombardeios norte-americanos em Bagdá violaram a soberania do Iraque e deixou os povos árabes indignados com as ações bélicas do imperialismo
Demonstrations_in_Iran_over_the_death_of_Qasem_Soleimani (1)
Caso tropas não saiam do país
Iraque será novo Vietnã para os EUA, alertam autoridades religiosas
Assassinato de general iraniano por bombardeios norte-americanos em Bagdá violaram a soberania do Iraque e deixou os povos árabes indignados com as ações bélicas do imperialismo
Atos tomaram conta do Irã e do Iraque por conta da morte de Soleimani. Foto: Vahid Abdi / Fars News
Demonstrations_in_Iran_over_the_death_of_Qasem_Soleimani (1)
Atos tomaram conta do Irã e do Iraque por conta da morte de Soleimani. Foto: Vahid Abdi / Fars News

Da redação – Duas importantes autoridades religiosas iraquianas alertaram que seu país será um novo Vietnã para os Estados Unidos, caso as tropas norte-americanas não aceitem a decisão do parlamento do Iraque de retirada dos efetivos imperialistas após o bombardeio que assassinou, entre outros, o general iraniano Qassem Soleimani, na última sexta (03).

O influente clérigo Muqtada al-Sadr anunciou publicamente que, se as tropas dos EUA não saírem de seu país, o Iraque se tornará um novo Vietnã, segundo o canal iraniano Press TV.

Por sua vez, conforme a agência Fars News, o principal conselheiro para assuntos exteriores do aiatolá Ali Khamenei, Ali Akhbar Velayati, afirmou: “se eles não abandonarem a região, se enfrentarão a outro Vietnã.”

Entretanto, a decisão do governo iraquiano não é de retirada total das tropas imperialistas. O porta-voz do exército do país árabe, Abdul Karim Khalaf, disse que a coalizão internacional liderada pelos EUA continuará realizando consultas e treinamento militar no Iraque.

O imperialismo norte-americano, no entanto, ameaçou impor sanções contra Bagdá caso seus soldados tenham que partir de território iraquiano, como se o Iraque não fosse um país soberano e sim uma colônia de Washington.

As tropas imperialistas devem deixar não só o Iraque, mas todo o Oriente Médio, porque não passam de tropas de ocupação para oprimidos os povos árabes e demais povos da região!