Siga o DCO nas redes sociais

Reação popular legítima
Iranianos queimam bandeiras dos EUA após assassinato de general
Esse tipo de protesto é uma expressão do sentimento anti-imperialista do povo iraniano e dos povos muçulmanos devido à grande opressão a que são vítimas do imperialismo
1090040036 (1)
Reação popular legítima
Iranianos queimam bandeiras dos EUA após assassinato de general
Esse tipo de protesto é uma expressão do sentimento anti-imperialista do povo iraniano e dos povos muçulmanos devido à grande opressão a que são vítimas do imperialismo
Foto: Reuters / WANA (West Asia News Agency)/Nazanin Tabatabae
1090040036 (1)
Foto: Reuters / WANA (West Asia News Agency)/Nazanin Tabatabae

Da redação – Centenas de milhares de iranianos protestaram durante esta sexta-feira (03) nas ruas do país persa contra o assassinato do general Qassem Soleimani pelas forças armadas dos Estados Unidos na madrugada de hoje em Bagdá, Iraque.

A capital, Teerã, e a cidade natal do então líder da Guarda Revolucionária do Irã, Kerman, receberam multidões ensandecidas contra a bárbara ação imperialista dos EUA, mas atos populares ocorreram em toda a nação muçulmana.

Houve queima de bandeiras dos Estados Unidos, algo tradicional em manifestações anti-imperialistas no Irã e em outros pontos do Oriente Médio. Os manifestantes também queimaram bandeiras da Grã-Bretanha, país que sempre apoia as ações belicistas de Washington.

Em outros países também houve manifestações e queima de bandeiras. Na capital do Paquistão, Islamabad, centenas de pessoas marcharam contra o assassinato do militar iraniano, ergueram cartazes com frases como “Abaixo os EUA, abaixo Israel” e atearam fogo em bandeiras norte-americanas e caixões enrolados em bandeiras dos EUA.

Esse tipo de protesto é uma expressão do sentimento anti-imperialista do povo iraniano e dos povos muçulmanos devido à grande opressão a que são vítimas do imperialismo, que saqueia seus países por meio de guerras genocidas, ataques terroristas e bombardeios frequentes.