“Acusações infundadas”
Ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohamad Javad Zarif, rejeitou as acusações norte americanas de que o Irã é um dos países que apoiam o terrorismo global
irã-bandeira-reuters
Bandeira Iraniana | Foto: Reprodução
irã-bandeira-reuters
Bandeira Iraniana | Foto: Reprodução

Telesur – Nesta terça-feira (12) o ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohamad Javad Zarif, acusou o secretário de Estado dos EUA Mike Pompeo de inventar laços fictícios entre Teerã e a Al Qaeda, como justificativa para sua política em relação ao país persa.

Em resposta, o ministro das Relações Exteriores iraniano lembrou que “os terroristas do 11 de setembro vieram dos países favoritos de Pompeo no Oriente Médio e nenhum do Irã” e disse que o secretário dos EUA “está terminando pateticamente sua carreira desastrosa com mais mentiras belicistas”.

Javad Zarif apoiou suas observações com a ideia de que “Da designação de Cuba às ‘desclassificações’ fictícias sobre o Irã e as reivindicações da Al Qaeda, Sr. ‘mentimos, enganamos, roubamos'”, referindo-se a uma famosa confissão de Pompeo sobre Incursões dos EUA na região.

Da mesma forma, Theran condenou a decisão de Washington de incluir Cuba na lista de países que apóiam o terrorismo, segundo um porta-voz do Itamaraty: “As declarações de que Cuba teria cooperado com a Venezuela no terrorismo, assim como outras acusações dos americanos são infundadas e derivam de um hábito horrível de fazer falsas acusações contra seus oponentes. “

O porta-voz do ministério iraniano ressaltou que seu país apoia totalmente Cuba e busca fortalecer as relações bilaterais.

Relacionadas
Send this to a friend