Irã: apenas fim de sanções pode reduzir tensão com imperialismo norte-americano

mundo-politica-trump-rouhani

A tensão entre Irã e EUA só poderá ser reduzida com o fim das sanções norte-americanas, afirmou o ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif. Apesar da tentativa dos outros países restantes no acordo, como representantes da UE, de proteger o pacto nuclear e facilitar o comércio com Irã, qualquer incidente na região pode transformar-se em uma guerra.

O início da tensão na região do Oriente Médio se deu com a saída abrupta dos EUA do acordo nuclear de 2015, sem qualquer causa aparente de descumprimento do pacto por parte do Irã. Através de novas sanções impostas fica evidente, mais uma vez, a sabotagem norte-americana ao programa nuclear e principalmente à economia iraniana, assim como expõe a participação imperialista nas guerras e crises no Oriente Médio.

O caso do Irã assemelha-se em muito ao da Venezuela, que está sob duro ataque do imperialismo norte-americano. Ambos países estão sob cerco, sofrendo fortes sanções que abalam suas economias e afetam a qualidade de vida das populações. Mais uma vez os golpistas estão disposto a jogar o povo na miséria para atingir seu objetivo de colocar nos governos, dos países mais atrasados, políticos capachos que entreguem seus recursos, principalmente o petróleo.