A intervenção militar no Rio de janeiro

No programa Análise política da semana, o companheiro Rui Costa Pimenta, abordou dentre outros temas a questão da intervenção militar no Rio de Janeiro ocorrida logo após o carnaval.

A intervenção militar no Rio de janeiro 2
Rio de Janeiro – Militares fazem operação na favela da Rocinha após guerra entre quadrilhas rivais de traficantes pelo controle da área (Fernando Frazão/Agência Brasil)

 

“O exército de maneira ainda mais profunda do que em Natal, assumiu o controle da segurança pública no Rio de Janeiro. Na realidade, o que temos no Rio de Janeiro, é um governo militar branco, ou seja, não declarado.Até porque, as forças de repressão, é o centro de qualquer estado capitalista, e o Rio de Janeiro, é uma espécie de estado capitalista, uma fração de um estado nacional brasileiro dentro do Rio de Janeiro. Então os militares dominam, dentro de um dos estados mais importantes do estado nacional brasileiro, todas as forças repressivas, e portanto tem o fundamental do controle da administração pública. Sem dúvida nenhuma.

Isso ai é a primeira vez que acontece desde 1988, desde a constituição de 1988 é um fato da maior gravidade política, e se nós somarmos todos os elementos da situação política, nós vamos ver que a intervenção militar no Rio de janeiro, é parte de um plano estratégico para o controle total dos militares no estado nacional.

Quando nós analisamos as declarações no sentido de que poderia haver intervenção militar, as declarações do comandante do exército, as declarações do Mourão, nós assinalamos que o Rio de Janeiro era a cabeça de ponta da intervenção.

Me lembro até que houve um debate, mas por que o Rio de Janeiro e não São Paulo? Em primeiro lugar, por que o Rio de Janeiro é mais vúlneravel a esse tipo de intervenção por causa do governo em estado de colapso, os problemas de segurança pública um tanto quanto fora de controle, então ele é mais vúlneravel. Então você ocupa militarmente uma capital como o Rio de Janeiro, você está a um passo de controlar o país todo, ou seja, você está a um passo de um golpe militar. Esse é o problema chave, e esse é o problema que tem que ser destacado.”

O programa Análise política da semana vai ao ar todos os sábados sempre ás 11:30 pelo canal da causa operária TV no Youtube a COTV, da manhã com a apresentação do companheiro Rui Costa Pimenta presidente nacional do PCO partido da causa operária.

Se inscreva em nosso canal da causa operária TV no Youtube a COTV e seja um dos já mais de 18 mil inscritos que estão fortalecendo a luta por uma TV que fique 24 horas no ar e combata o monopólio da imprensa capitalista, imperialista e golpista que há décadas domina os meios de comunicação do Brasil. Contribua também com a nossa Vakinha on line com o quanto puder e o quanto quiser.