Siga o DCO nas redes sociais

Integralistas no governo
Integralista é nomeado principal assessor do Ministério da Mulher
Um dos principais membros do movimento integralista, Paulo Fernando, assumiu o cargo de principal assessor de Damares no ministério das mulheres.
Paulo-Fernando-Melo-da-Costa_ministerio-direitos-humanos
Integralistas no governo
Integralista é nomeado principal assessor do Ministério da Mulher
Um dos principais membros do movimento integralista, Paulo Fernando, assumiu o cargo de principal assessor de Damares no ministério das mulheres.
Nome integralista no governo é sinal da reorganização dos fascistas.
Paulo-Fernando-Melo-da-Costa_ministerio-direitos-humanos
Nome integralista no governo é sinal da reorganização dos fascistas.

Nesta última segunda-feira, 30 de dezembro, a ministra fascista que cuida da pasta das Mulheres, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, nomeou seu secretário-adjunto de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Paulo Fernando Melo da Costa, como assessor especial da ministra.

Paulo Fernando não é uma pessoa qualquer. Tendo já concorrido a deputado federal no ano de 2018 pelo Patriota no Distrito Federal, o mesmo é membro da Frente Integralista Brasileira, não só como um mero participante mas sim, de acordo com o próprio site oficial do integralismo, Paulo seria “uma das mais importantes lideranças nacionais”.

Assumidamente fascista, Paulo Fernando ascendeu dentro da pasta ministrada por Damares, e agora ocupará um cargo de maior proximidade com a ministra, que já em seu primeiro ano foi responsável pelo apoio massivo a diversos ataques as mulheres e a população em geral, desde seus comentários grotescos e lunáticos até a intervenções a favor da política genocida de Bolsonaro e a política ditatorial em cima de quaisquer direitos democráticos do povo.

O fato de termos um integralista em postos mais altos no governo é um sinal do que está para vir. Bolsonaro recentemente já anunciou sua saída do PSL e a formação de um novo partido, um embrião de organização fascista, onde estão presentes justamente a ala mais solida da extrema-direita. Pouco tempo depois saiu em todos os jornais pesquisas que indicavam a organização de grupos fascistas e nazistas por todo país, organizando centenas de células e anunciando a intenção de formar um partido próprio, assumidamente fascista, retomando oficialmente o movimento integralista, o maior movimento fascista em países atrasados.

A reorganização da extrema-direita é uma realidade vigente. Os fascistas já passaram a realizar ataques cada vez mais constantes e organizados, seja a instituições como a Porta dos Fundos, ou os brutais assassinatos de diversos militantes da esquerda. Paulo Fernando, como dito pelos próprios integralistas, é uma das figuras de maior relevância para a organização da extrema-direita, responsável por ser um dos principais lideres dos integralistas.

Outro fato que chama a atenção é a pasta que ele ocupa. O ministério da mulher vem sendo duramente atacado pelo governo de Jair Bolsonaro, com um forte campanha fascistas contra os direitos democráticos, como no caso do aborto.

Além disso, os fascistas ficaram conhecidos por atacar justamente tais grupos, como de mulheres, gays, negros, etc. Grupos estes que os mesmos consideram mais frágeis, um alvo fácil na sociedade devido seu alto grau de opressão. Agora, com um maior controle sobre o ministério das mulheres, veremos toda esta situação se intensificar cada vez mais, escancarando as portas para a atuação dos fascistas em todo Brasil, um base de apoio para suas ações.

Graças a estes fatores, percebe-se a necessidade da esquerda junto a toda população organizar-se para combater tais grupos, o único caminho para evitarmos um aprofundamento da ditadura no país.