Formação Politica
Se inscreva para acompanhar a terceira aula, e demais aulas, do curso que condensa quase 70 anos de história em um curso sem precedentes
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
2020.12.16-46-Universidade-de-Ferias-p005ukljsipqqj5wc2yao3rqgjmc2epd96vqdcpfs0
Cartaz da 46º Universidade de Férias | Foto: Reprodução

O curso da 46° Universidade de Férias da Fundação João Jorge Costa Pimenta, da Aliança da Juventude Revolucionária e do Partido da Causa Operária iniciou seus trabalhos na noite da última terça-feira (07). A aula inaugural ministrada pelo companheiro e presidente nacional do PCO, Rui Costa Pimenta, foi um enorme sucesso e reuniu mais de 1000 pessoas inscritas e centenas assistindo simultaneamente, uma conquista histórica para um curso de formação política no Brasil e para um partido operário e revolucionário.

O alcance da 46ª Universidade de Férias ganha um destaque especial pela política que fundamenta a realização do curso. Ministrado por um partido político atuante, o PCO, naturalmente, não tem interesse em formar quadros destinados a ocupar cargos dentro da  burocracia do Estado burguês, seja em qual nível for. Menos ainda, o curso visa a formação ou funcionários das empresas capitalistas, aqui, por razões mais óbvias ainda.

O que se busca em um curso como o “O que foi o stalinismo?” É a formação de militantes ativos, revolucionários, socialistas dedicados a compreender fenômenos políticos concretos, cujo fim não é outro mas combater -na ação prática- o capitalismo até sua superação pelo socialismo.

Nesse sentido, o programa de formação política do partido revolucionário pode ser compreendido como algo completamente diferente de um curso tradicional, ministrado pelas universidades burguesas, sejam elas públicas ou privadas, e que não tem outra perspectiva além de discussões diletantes e de consequência nula para a realidade social.

O Tema do Stalinismo foi escolhido inicialmente pela razão do “ressurgimento” de uma ideologia dita stalinista por ideólogos propagandeados pela imprensa burguesa golpista no Brasil. Sob a alcunha de “revolucionária”, a ideologia contra revolucionária do Stalinismo confunde parte significativa da militância com aspirações combativas na esquerda. Na prática, o plano é minar as forças da esquerda, principalmente da juventude, que planejam lutar contra o golpe de estado em curso.

Na terça-feira (5), aconteceu a abertura do curso. Rui Costa explicou sobre a metodologia do curso e o papel histórico do stalinismo de um ponto de vista geral.  

Assista a aula nº 1: https://universidademarxista.pco.org.br/topic/aula-1-ao-vivo-comeca-as-1830/

O papel da burocracia e sua caracterização política e social foram discutidos na segunda aula, ministrada na quinta-feira (7).  Discutiu-se as principais características da burocracia stalinista, bem como do fenômeno da burocracia em geral nos países capitalistas e nos Estados Operários. Diversos exemplos históricos serviram para esclarecer o tema.

Assista a aula nº2: https://universidademarxista.pco.org.br/topic/aula-ao-vivo-clique-aqui/

O enorme sucesso da 46ª Universidade de Férias não se comprova apenas em números. As mais de mil pessoas inscritas logo na primeira semana de lançamento no sítio da Universidade Marxista se deparam com uma experiência completamente nova de estudo da política, e sobretudo, do marxismo.

Dessa maneira, não faltam relatos de pessoas, do Brasil e do mundo, extremamente empolgadas com o que o curso já ofereceu nas duas aulas inaugurais, tudo que ainda irá ocorrer no desenvolvimento das exposições nos meses de janeiro e fevereiro.

As duas aulas iniciais sobre o tema do Stalinismo tiveram como foco: 1- Explicar as diferenças entre o que é de fato o Stalinismo e o socialismo marxista, e traçar um panorama geral sobre todo o processo de formação da burocracia soviética. 2- Elucidar os telespectadores a respeito do que de fato é uma burocracia, seu papel agente na dissolução do Estado operário e sua política contra revolucionária.

Também sobre o Stalinismo, está sendo preparada uma terceira parte com aulas ministradas pelo Rui Costa Pimenta que esgotará o tema e está programada para o meio deste ano em que será realizada a 47a Universidade de Férias, a próxima edição do maior curso de formação política da esquerda brasileira. Não está definido ainda se o curso será ministrado como de costume, presencialmente em um acampamento com espaço para lazer, ou se será ministrado online.

Para acompanhar a terceira aula, e demais aulas, do curso que condensa quase 70 anos de história em um curso sem precedentes, basta se inscrever no site https://universidademarxista.pco.org.br/. Depois, cadastrar seu login e senha. Comprar o curso atual “O que foi o Stalinismo: uma análise marxista” que está disponível no site por apenas 100 reais e ter acesso a todo o curso online ao vivo e gravado, contando também com todo o acervo digital da biblioteca socialista e da enciclopédia socialista também. É necessário lembrar também que ao fim de cada exposição, cada uma com duas horas de duração, seguir-se-á um bloco de perguntas com duração de uma hora em que todos os presentes poderão perguntar diretamente ao palestrante suas dúvidas.

Junte-se às mais de 1000 pessoas inscritas e venha participar conosco do maior curso de formação política, inscreva-se!

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas