Siga o DCO nas redes sociais

Ganhos 117 vezes superiores
Inglaterra: patrões ganham em um dia o que trabalhador ganha em um ano
Os executivos Britânicos que ganham 1185 dólares por hora, receberão até o final de segunda-feira mais que a maioria dos trabalhadores do Reino Unido ganhará o ano todo
Ganhos 117 vezes superiores
Inglaterra: patrões ganham em um dia o que trabalhador ganha em um ano
Os executivos Britânicos que ganham 1185 dólares por hora, receberão até o final de segunda-feira mais que a maioria dos trabalhadores do Reino Unido ganhará o ano todo
Trabalhador inglês. Foto: internet
Trabalhador inglês. Foto: internet

Segundo a legislação britânica, a partir de 2020 ,as empresas de capital aberto com acima de 250 funcionários, necessitam divulgar os ganhos dos executivos destas empresas e também justificar estes ganhos e as diferenças salariais.
De acordo com um estudo do Chartered Institute of Pessoal e Desenvolvimento e think tank do High Pay Center, os executivos-chefes das empresas do FTSE 100 que começaram a trabalhar este ano em 2 de janeiro só precisam trabalhar até um pouco antes das 17h de segunda-feira para ganhar a mesma quantia que um funcionário de tempo integral típico ganhará durante todo o ano. Ou seja , os executivos do FTSE 100 receberão mais dinheiro até o final de segunda-feira do que a maioria dos trabalhadores do Reino Unido ganhará o ano todo.
Peter Cheese, executivo-chefe do CIPD , em suas declarações sobre a medida diz : “Precisamos que as empresas justifiquem a alta remuneração dos principais executivos, principalmente em relação à forma como o restante da força de trabalho está sendo recompensado”. E ainda : “Maior justiça e abertura de pagamento são essenciais para criar confiança entre os funcionários, bem como partes interessadas e investidores externos”.
Em meio à festejos que comemoram a “Transparência das corporações”, há aqueles com os quais temos que concordar afirmam que a medida apenas trará a ilusão de que no futuro possa haver algum equilíbrio de remuneração diminuindo a disparidade. Medidas como estas tem a finalidade de anestesiar a classe trabalhadora e postergar o inevitável levante popular , criando ilusões de igualdade e até mesmo distribuindo mesmo que de forma ínfima parte dos lucros das grandes empresas.
“Comparar os salários dos diretores executivos com o salário médio serve para alimentar a hostilidade do público e induzir os trabalhadores a acreditar que os cortes na parte superior se traduzirão diretamente em complementações na parte inferior”, disse Mark Littlewood, diretor geral do Instituto de Assuntos Econômicos.
A justificativa para tal discrepância seria a “importância “ que estes executivos tem para a manutenção e geração de empregos, uma vez que a mera saída de um deles pode gerar a perda do valor da empresa e consequentemente a perda de vagas de trabalho.
Apesar do uso demagógico da obrigatoriedade da divulgação, podemos considerar positivo a obrigatoriedade da divulgação. Um alto executivo ganhar em um dia aquilo que um trabalhador ganha em um ano indica que em média seus rendimentos são de 117 vezes o salário anual do trabalhador médio na Grã Bretanha, equivalendo em torno de 1.185 dólares por hora, descortina a imoralidade do sistema capitalista traduzido nas diferenças salariais .
Não existe saída para quem deseja uma sociedade igualitária que não seja o fim deste sistema que divide seus ganhos de forma imoral e injusta para com aqueles que verdadeiramente são os responsáveis pela construção da riqueza mundial: o povo trabalhador. A real distribuição dos ganhos só é possível com o controle total do sistema produtivo pelos trabalhadores nele envolvidos.