ENEM
Quem poderia imaginar que este governo não dialoga com a classe de professores e estudantes, é realmente uma surpresa!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Enem
Exame nacional do ensino médio. | Foto: Reprodução

Não deu certo a expectativa dos estudantes de que o governo Bolsonaro teria qualquer bom senso e adiaria o exame nacional do ensino médio.

Nesta segunda-feira, O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) rejeitou pedido de adiamento das provas de 2020 feito pela Secretaria de Estado de Educação da Bahia, por meio de ofício enviado ao órgão.

Inep bate o martelo, vai ter Enem, ”morra quem morrer”

O órgão totalmente aparelhado pelos golpistas e por uma extrema-direita lunática afirma que “recebeu documento da Secretaria de Educação da Bahia com a solicitação de adiamento do Enem 2020 e reitera que as datas de aplicação do exame estão mantidas em janeiro de 2021”, batendo o martelo de vez.

Eles também dizem cinicamente e com muita demagogia que adotarão uma série de medidas para ”aumentar a segurança dos alunos”. Não disseram que são ”científicos”, mas passaram perto! Contam que o álcool gel fornecido pelas escolas e a obrigatoriedade do uso da máscara facial serão suficientes para impedir o contágio, além do uso de 50% da capacidade de cada sala de aula (antes amontoavam todos).

Secretário descobriu que o céu é azul

O Secretário de Educação da Bahia, Jeronimo Rodriges afirmou que não há diálogo com este governo. Não diga, Sherlock!

Todos os ministros da educação, de Vellez o gringo que chamava os brasileiros de canibais, o farsante negro de alma branca Carlos Decotelli, o atual no cargo pasto presbiteriano entusiasta do espancamento de crianças, Milton Ribeiro, e é claro, por último, mas não menos desprezível, o indescritível lunático Abraham Weintraub… tudo isso já devia ser mais do que o suficiente para todos definirem o atual governo como um governo de ataque a educação, aos estudantes, professores e toda a comunidade escolar.

O exame já tinha sido adiado anteriormente após pressão dos estudantes e professores, justamente pela questão dos riscos envolvendo a aglomeração para aplicação do exame, mas também porque o próprio ano letivo na prática não existiu por conta do ensino remoto, ensino à distância, que deveria ser chamado de ensino 171, porque se tratou de uma farsa, então na prática os jovens nem tiveram como estudar de fato.

Nesse sentido, o adiamento foi de apenas 60 dias, mais uma enrolada que o governo deu nos estudantes, assim como mentiu quando anteriormente havia dito que usaria uma pesquisa de opinião para efetivação de uma data, que os estudantes haviam votado em sua grande maioria para maio de 2021, o que já foi totalmente ignorado pelo governo. Não é possível continuar sendo enganado, não dá pra confiar nesse governo, qualquer cego enxerga isso.

Interesses econômicos e políticos passam por cima da vontade dos estudantes

Ao bem da verdade, a insistência para que façam a droga da prova, ”morra quem morrer”, tem a ver naturalmente com a questão dos cursinhos privados, uma espécie de máfia, dos quais os interesses econômicos são muito fortes.

Este ENEM, que é tão propagandeado como um exame justo, que mostra os ”melhores”, através da ideia da meritocracia, outra besteira neoliberal, é na verdade uma barreira anti-democrática ao ensino superior e deve ter seu fim com o acesso automático à universidade de todos que tiverem o ensino médio concluído.

Organizar o movimento estudantil, Fora Bolsonaro e Lula Presidente!

Finalmente, diante dos ataques do governo Bolsonaro e os golpistas que defendem um regime neoliberal de destruição da educação de conjunto, é urgente a convocação de uma grande mobilização estudantil para a defesa de políticas que interessam, como a reivindicação imediata do governo tripartite nas universidades públicas para confrontar as intervenções bolsonaristas que vemos acontecendo em todo o país, e pelo Fora Bolsonaro e portanto pela restituição dos direitos políticos e candidatura de Lula a presidente em 2022.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas