Bloqueio de refinaria
Indígenas ocupam, há mais de 1 mês, estações do principal gasoduto do país.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
petroperu
| Foto: Reuters

A Petroperú emitiu nota nesta quarta-feira (14) em que informa: “diversas medidas de força contra nossas instalações na ONP mantem paralisada sua operação e com ela a indústria do petróleo na selva setentrional do país”.

Na nota, a empresa peruana diz que quase 200 indígenas que ocuparam a Estação 5 no dia 28 de setembro em protesto contra o estado por melhorias na qualidade de vida e saúde, ainda não foram despejados.

Há relatos de que indígenas da etnia Chapra ocuparam a estação Morona, localizada no departamento de Loreto (nordeste do Amazonas), o que provocou o corte de energia elétrica na área.

A Petroperú pede que moradores dialoguem com representante do Executivo para acabar com os conflitos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas