Latifundiários assassinos
Por todo o Brasil estão acontecendo incêndios florestais para favorecer os grandes proprietários de terra contra os pobres
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
incendio
Cidade de Mucugê rodeada pelo incêndio | Foto: Reprodução/G1

Um incêndio de características assassinas contra comunidades quilombolas e tradicionais vem atingindo, desde a manhã de terça-feira (6), as cidades de Andaraí e Mucugê, na Chapada Diamantina, um dos principais pontos turísticos da Bahia, e principalmente a mais importante unidade de conservação ambiental baiana. A região do Capa Bode, do Parque Nacional da Chapada Diamantina e do Parque Municipal de Andaraí estão sendo os locais mais devastados.

Não é novidade que os latifundiários são capazes de tudo para aumentar suas terras roubando-as de indígenas, quilombolas e de camponeses pobres. E para facilitar os despejos, a expulsão das famílias e favorecer a grilagem e invasão de terras por empresários, a nova modalidade é o incêndio.

Para que esse método seja exitoso, coube ao presidente ilegítimo Jair Bolsonaro reduzir em 58% os recursos de preservação e combate a incêndios florestais, ou seja, os gasto  com a contratação de trabalhadores de combate ao fogo, juntamente com diárias dos que atuam contra incêndios, caiu de R$ 23,78 milhões em 2019 para R$ 9,99 milhões neste ano (portal da transparência).

Os cortes nas verbas para combater os fogos foi uma exigência da bancada ruralista, notórios inimigos dos povos tradicionais, indígenas, quilombolas e camponeses pobres, evidenciando seu caráter criminoso.

Vale ressaltar que há sérias consequências econômicas, além das ambientais, pois o que os latifundiários querem é aumentar seus milhões diminuindo os alimentos plantados que serão consumindo pelos brasileiros e aumentando a produção para exportação. 

Assim é importante ressaltar que há uma relação direta dos incêndios com o aumento dos preço dos alimentos no Brasil, pois com menor produção para os brasileiros os preços aumentam, levando o povo pobre ainda mais para a pauperização. 

Isso nos  mostra que a política criminosa do latifúndio, impulsionada pelo governo golpista de Bolsonaro, está colocando em risco a vida da população em cidades inteiras na Bahia.

Diante desses fatos o que podemos constatar é que todos esses incêndios catastróficos são diretamente impulsionado pelos latifundiários da região com todo o apoio do governo golpista de Bolsonaro.

Sendo assim, cabe a própria população se organizar para combater o avanço da política assassina do agronegócio, e aos que vivem dos recursos diretos da terra, precisam criar comitês de auto defesa contra esses que querem entregar os recursos brasileiros para os capitalistas em detrimento da vida dos pobres.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas