Siga o DCO nas redes sociais

Incêndios, demora na entrega, extinção de cargos, tudo para privatizar os Correios
Incêndios, demora na entrega, extinção de cargos, tudo para privatizar os Correios

O ano de 2018 começou nos Correios da pior maneira possível, com os trabalhadores recebendo a informação de que a direção golpista da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) iria extinguir o cargo de OTT (Operador de Triagem e Transbordo).

Esse cargo tem a função de separar as encomendas e cartas dentro do Centro de Triagem dos Correios, e encaminhá-los aos centros de distribuição dos Correios, aonde ficam os carteiros, funcionários dos Correios que têm o contato direto com o usuário dos serviços postais.

Com a extinção desse cargo, a direção golpista da ECT quer entregar a operação dessa atividade a uma empresa terceirizada, o que com certeza irá piorar em muito a qualidade do serviço, diante do fato de que a mão de obra será rotativa e sem nenhuma garantia trabalhista aos trabalhadores.

Se não bastasse extinguir esses cargos, por “coincidência”, o ano começou com acidentes graves nos Centros de Triagem dos Correios, chamando atenção ao incêndio do CTCE (Centro de Triagem de Cartas e Encomendas) de Fortaleza, no Ceará, que destruiu praticamente 90% da unidade.

Com toda essa situação de ataque a triagem de cartas e encomendas, provocada pela própria direção golpista da ECT, as cartas e encomendas começaram a demorar mais tempo para chegar ao destinatário do que no ano passado.

O resultado disso é que trabalhadores dos Correios, principalmente os carteiros começaram a ser agredidos na rua, pelos usuários dos Correios, com argumentos idiotas de que é melhor mesmo privatizar a empresa, para ver se melhora a entrega da empresa.

Obviamente que toda essa política de sucatear os Correios levada a frente pela direção golpista da ECT serve justamente para colocar a opinião pública em favor da política privatista dos golpistas.

Os trabalhadores dos Correios precisam entender essa política, esclarecer a manobra dos golpistas para a população usuária e se mobilizar contra os golpistas e o golpe de estado no Brasil para impedir a privatização dos Correios, que levará a demissão de toda a categoria.