Siga o DCO nas redes sociais

Denúncia
Incêndio criminoso contra indígenas em Santa Catarina
Ativista indígena denuncia a ação de grileiros e chama à organização da autodefesa dos índios
Serra_do_Tabuleiro_-_Rumo_a_Florianópolis_-_panoramio
Denúncia
Incêndio criminoso contra indígenas em Santa Catarina
Ativista indígena denuncia a ação de grileiros e chama à organização da autodefesa dos índios
Aldeia guarani atacada por grileiros fica no Parque Estadual Serra do Tabuleiro. Foto: Larissa Fraga
Serra_do_Tabuleiro_-_Rumo_a_Florianópolis_-_panoramio
Aldeia guarani atacada por grileiros fica no Parque Estadual Serra do Tabuleiro. Foto: Larissa Fraga

Por Cris Tupan, colaboração especial para o DCO

No fim de agosto atrás tentaram incendiar nossa aldeia. Nossa Aldeia fica no Maciambu, Palhoça, Santa Catarina.Somos da etnia guarani e estamos localizados dentro do Parque Estadual Serra do Tabuleiro. Por sorte a tentativa do fogo não foi bem sucedida pois chegamos em tempo e o local escolhido pelos bandidos è um banhado.

Terça feira, dia 10, tiveram inicio novos incêndios. São incêndios criminosos, grileiros de terras articulados com a indústria da construção civil e antindigenas visam roubar nossas terras e erguer condomínios na área do parque.

A omissão proposital do governo federal e do governo estadual, a sensação de impunidade devido ao parcialismo do judiciário causaram perdas irreparáveis na fauna e flora do parque e ameaça os territórios indígenas guarani de Santa Catarina.

A sanha dos grileiros, mercadores da morte, junto aos especuladores imobiliários, construção civil e antindigenas vão receber o troco. A mata é o sagrado e ela engole seus inimigos.

A omissão dos poderes federal, estadual e municipal e, do poder judiciário é tão criminosa quanto os incendiários. É face golpe de Estado em 2016 e o inicio de uma nova etapa do imperialismo contra o povo brasileiro.

Nós indígenas não vamos recuar, vamos seguir em luta na defesa da vida, da mata e do povo brasileiro.Temos que organizar-mos em auto-defesa para dar combate aos inimigos dos povos indígenas e do povo brasileiro.